Cruzeiros de Luxo Guias

Viagem ao The World: Conheça o navio residencial mais luxuoso do mundo

Mais do que um cruzeiro.

Mais do que um navio.

Mais do que um resort.

Mais do que uma casa de férias.

Mais do que um sonho até, assim é o…

The World

E se a sua paixão por cruzeiros ganhasse asas, ou melhor dizendo, ganhasse guelras e barbatanas e pudesse ir mais longe? Até um navio que viajasse por todo o mundo, levando a bordo um conjunto de passageiros milionários residentes em apartamentos de luxo privados flutuantes? Interessado? Então acompanhe-nos e entre no The World, o único navio residencial privado que alberga uma comunidade no mar, permitindo que os seus moradores possam dar a volta ao globo sem sair de casa. Este é o guia completo do navio. Para saber mais, terá mesmo de embarcar.

The World

Se o avistar ao longe, poderá confundi-lo com um navio de cruzeiro de transporte de passageiros, no entanto não o é. O The World é mais do que um barco, do que um navio, do que um cruzeiro. É uma bela cidade flutuante, tranquila, luxuosa e completa, equipada com instalações de alta qualidade e remates de luxo, que criam uma atmosfera refinada e íntima para os proprietários residentes. O serviço é altamente profissional, elegante e pessoal.E tudo junto resulta na melhor combinação de pessoas abastadas com viagens de luxo e restaurantes de classe mundial, passeios personalizadoseeventos culturaisenriquecedores comoradores convidadosde renome, dançarinos locais e exposições de arte.

O Conceito

O The World é filho do conceito de segunda habitação mas não visa a casa na montanha, a moradia na praia ou a quinta no campo. Nada disso. A ideia é navegar e levar todos quantos gostariam de ter casa de férias num navio a interessar-se pela oportunidade.

Inova colocando à disposição de proprietários, apartamentos onde por norma se encontrariam passageiros ocasionais, sugerindo duas modalidades para a sua aquisição: compra definitiva ou aluguer anual. Como deve calcular os preços não são propriamente em conta, já que um apartamento T2 interior, poderá rondar um valor na ordem dos 6/7 milhões de dólares, enquanto que o aluguer anual do mesmo apartamento custa cerca de meio milhão de dólares, valor ao qual acresce a quantia de 3 mil dólares anuais para despesas de condomínio.

No entanto, a vantagem é que se comparar este investimento com o de uma viagem contempla de 365 dias/ano à volta do mundo com casa luxuosa, confortável e moderna à sua disposição, bem como piscinas, ginásios, centros de saúde, bares, restaurantes, cinemas, teatros, casinos, salas de espetáculos e ainda um serviço ininterrupto de 250 tripulantes… o preço até é apetecível, sim senhor… Ainda assim, apenas para um nicho de pessoas que são precisamente as mais abastadas do mundo.

Quem pode, pode

The World

O passageiro tipo do The World tem uma média de idade de 52 anos, é originário da América do Norte e Europa, revela uma grande paixão por viagens, valoriza o luxo, o sucesso nos negócios e o dinheiro. Atualmente o The World conta com moradores originários de cerca de 40 países diferentes que vivem a bordo do navio a tempo inteiro ou periodicamente, navio esse que por sua vez vive a circundar o globo terrestre, permanecendo na maioria dos portos de 2 a 5 dias. Nada mau, hein?

Independentemente de manterem a sua residência principal no seu país de origem e usarem o The World como segunda casa ou de viverem a tempo inteiro no navio, os ocupantes estão sujeitos a impostos e outras obrigações legais dos seus países de origem. Dentro do navio, porém, todos acabam por se conhecer, criar laços de amizade e formar uma verdadeira comunidade, até porque os inúmeros eventos sociais e programas disponíveis criam uma sensação de pertença. E tanto assim é que são os próprios moradores, através do conselho de diretores eleitos e de uma série de comissões, que fornecem as orientações para a gestão sobre o itinerário do navio, finanças e estilo de vida.

Instalações das residências do mar

O navio é conhecido como “as residências do mar”, precisamente por possuir instalações semelhantes às de um navio de cruzeiro mas com alguns acrescentos exclusivos, devido à sua natureza residencial. É o caso de uma gigantesca sala de estar, deli gourmet, mercearia e supermercado, boutique e sala de exposições, centro de fitness, sala de bilhar, simulador de golfe, campo de ténis, pista de cooper, SPA, piscina interior e exterior, restaurantes, bares e até capela.

Dividindo em duas grandes áreas os espaços comuns, podemos informar que a nível da restauração há seis unidades a bordo, que oferecem diversas opções de refeição. Em alternativa, os moradores podem confecionar as suas refeições nos apartamentos que possuem cozinhas completamente equipadas. A nível de entretenimento, por outro lado, há um pouco de tudo. Literalmente. Ele é sala de cinema, biblioteca, apresentações musicais ao vivo, excursões, aulas de dança, navegação, línguas, idiomas, culinária, artesanato, música, informática e fotografia, além de experiências várias, tais como excursões em terra.

Estúdios, apartamentos e outros tais

The World - Penthouse

O The World tem à disposição vários tipos de residências. São elas:

  • Estúdios: projetados com tons neutros e suaves, exibem uma decoração contemporânea clássica que faz alusão a sensações de conforto e tranquilidade. Têm varandas privativas com vistas inspiradoras para o mar e para todos os destinos da viagem.
  • Apartamentos Estúdio (1 ou 2 quartos): seja com um ou dois quartos, os apartamentos estúdio combinam a intimidade de um estúdio com o conforto, a conveniência de casa de banho privada e a sala de estar com cozinha separada de um apartamento. Possuem duas ou três varandas separadas, dependendo do layout, com vista sublime para o mar.
  • Apartamentos com 2 quartos: projetados numa grande variedade de layouts, estes apartamentos possuem dois quartos com casa de banho privada, grande cozinha, áreas de estar e de jantar e uma varanda ampla.
  • Apartamentos com 3 quartos: compostos por três quartos com casa de banho privada, hall de entrada, cozinha completa com aparelhos premium e varanda com um espaço generoso.
  • Suite penthouse palaciana com acomodações para 12 pessoas.

E… agora sim, as más notícias: todas as casas a bordo do navio foram vendidas, embora haja um número seleto de residências disponíveis para revenda. Apresse-se!

[ot-gallery url=”https://www.cruzeiros.com.pt/gallery/the-world/”]

Sob o lema “viajar no mundo sem sair de casa”

Sem precisarem de sair de casa, os moradores podem passar algumas noites na Dinamarca, Itália e até mesmo na Antártida. O The World já navegou pelos seis continentes, proporcionando aventuras tais como passeios por florestas tropicais e observação de animais selvagens. O navio passa por alguns dos portos mais exóticos proporcionando um estilo de vida que cada passageiro agradece (ou devia agradecer) a cada dia que passa a bordo.

Para muitos esta é a melhor forma de realizar fantasias de viagens sem qualquer incómodo, pois desde a primeira viagem em 2002, que o The World já visitou mais de 800 portos em cerca de 140 países. O seu itinerário mundial é contínuo e abrangente, por outras palavras, todo o globo a cada dois a três anos. Perfeito!

O que fazer a bordo?

The World - Piscina

No The World seguramente não ficará entediado. O mais que lhe pode acontecer é ter um ligeiro ataque de stress por não conseguir fazer nem metade do que o navio tem para lhe oferecer.

Pode começar a manhã com um aromático café da Arábia ou saborear uma omelete e fruta fresca enquanto lê o jornal local, admirando o oceano à sua volta. Depois do pequeno-almoço pode aproveitar para jogar uma partida de ténis num campo de tamanho completo ou usar as instalações de golfe com um simulador de golfe que permite jogos virtuais. Ao invés, se é amante de desportos aquáticos não se iniba de usar a marina retrátil do The World, especialmente concebida para si.

Dando-se o caso de sofrer algum pequeno acidente e se magoar, tem à disposição um centro médico com médico e enfermeiro de plantão 24 horas por dia, raio X e instalações de emergência. O navio oferece ainda um centro de fitness com serviço completo de aulas de ginástica, personal trainers, equipamento de treinamento state-of-the-art e saunas.

Leia também  Azamara foca-se (ainda mais) nos destinos e oferece mais 1700 excursões em terra

Mas se prefere ficar quieto, sentado numa poltrona, por que não estudar os mapas de cada destino que vai explorar na viagem? E a seguir dê um mergulho revigorante numa das apetitosas piscinas do navio. Isto se não tiver programada uma excursão.

Em alternativa, se o trabalho o acompanha sempre, desfrute das instalações para conferências que o The World possui para realizar comodamente reuniões de negócios e manter-se a par dos seus investimentos enquanto navegava para países exóticos. Estas instalações são verdadeiros centros de comunicação altamente modernos, com toda a maquinaria necessária a um escritório e ainda serviços de secretariado. Há também uma seleção de salas de reuniões privadas que podem ser usadas para reuniões de bordo, correio, fax e acesso à Internet de alta velocidade.

The World - Regatta Bar

E se mais uma vez, passou a manhã a tratar de negócios enquanto deixou a esposa à espera refastelada numa chaise long na piscina, que tal uma passagem pela florista? Nenhuma mulher resiste a um ramo de flores exóticas.

Se ainda tiver disposição, pode acabar a manhã com os inúmeros tratamentos de beleza ao seu dispor no SPA. Cada experiência de SPA inclui 30 minutos de tempo calmo gratuito para residentes e seus convidados, o tempo que demoram a disfrutar de um banho calmante, bebida à base de plantas e minutos adicionais de relaxamento.

Para relaxar tem ainda o Regatta Bar onde pode saborear uma bebida, apreciar a paisagem a trocar um dedo de conversa antes de se “atirar” a um faustoso almoço.

À tarde pode optar por uma sessão de cinema ou teatro, por um passeio na galeria de arte, uma sesta no deck, uma aula de hidroginástica na piscina exterior, uma ida às compras, uma visita ao mercado gourmet para se abastecer com produtos locais frescos e especialidades, uma aula de italiano ou de confeção de sushi ou dedicar-se apenas à leitura de um livro.

Antes do jantar, reúna com amigos e vizinhos para um cocktail e aprecie um pouco de música ao vivo antes de se deleitar com os sabores da cozinha asiática, japonesa, tailandesa ou seja de que nacionalidade for. Sempre pela mão de um chefe de renome, que no The World não há espaço para amadorismos.

The World - Plaza

Assim, se prefere os sabores do Leste, opte pelas delícias asiáticas como sushi, sashimi e uma grande variedade de especialidades pan-asiáticas num espaço equipado com plataformas giratórias removíveis para partilha, ao estilo familiar. Na Marina, ao invés, tem à disposição o melhor marisco, peixe grelhado, bifes e outras especialidades num ambiente mais tradicional.

Com características de haute cuisine, o Retrato é outra opção: uma verdadeira experiência gastronómica num cenário elegante. Os menus vão mudando de forma a que lhe seja possível provar e refletir sobre os sabores de cada porto onde o navio atraca. Uma forma de experimentar os alimentos tradicionais da região que está a visitar sem sair de casa. Estupendo, não?

Mas há outras alternativas como O Marés, a sua escolha se prefere a cozinha mediterrânea com um toque italiano acompanhado por uma deslumbrante vista para o mar. Para refeições mais ligeiras, opte pelo Pool Grill, um local ao ar livre à beira da piscina de cozinha casual, como hambúrgueres, saladas e refeições ligeiras.

Todos os restaurantes oferecem opções leves e atendem a pedidos especiais, incluindo comida vegetariana e dietas para diabéticos. Há ainda a possibilidade de ter um chef disponível para preparar as refeições no seu apartamento, se não lhe apetecer cozinhar nem sair de casa.

Pode terminar a refeição com um café no Fredy Deli no deck, onde se servem cafés especiais, chás e outras bebidas, além de refeições ligeiras ou n’O Jardim, uma sala de chá e lounge.

The World - Portraits

É variada a seleção de cocktail lounges e bares a bordo. O Cigar Club, por exemplo, foi concebido para fumadores e apreciadores de um bom conhaque, vinho do porto vintage ou xerez. Claro que tem ainda disponível uma vasta seleção de vinhos e outros mais. A alternativa ao Cigar Club começa no Lobby Bar que serve vinho e champanhe, cocktails de assinatura, bourbons, portos, etc, passa pelo Marina Bar que proporciona, acima de tudo, uma vista deslumbrante e acaba no Pool Bar, Quantum Night Club e Regatta Bar, o sítio ideal para tomar uma última bebida a apreciar a vista espetacular.

E para finalizar a noite, que tal um passeio a bordo, sentindo a brisa marinha e o cheiro a férias a acariciar-lhe o cabelo?

E ao recolher a sua casa, usufrua do imenso espaço de privacidade que o The World guardou para si. Na sua residência não encontra uma mala de onde se vislumbra um pijama, mas sim tudo o que lhe é mais precioso, seja uma coleção de vinhos, uma biblioteca particular, os velhos álbuns de fotos ou o quadro preferido. Assim é viajar pelo mundo sem sair de casa.

Viajar com crianças

Se viaja com crianças, saiba que entre junho a agosto há programas especiais para entreter os mais pequeninos, compostos por atividades diárias supervisionadas que incluem natação, artes e ofícios, jogos, projetos educacionais, festas sazonais e visitas à biblioteca. À noite existe o programa “Jantar e um filme” e outras opções onde as crianças podem explorar os seus talentos em trabalhos manuais. Se mesmo assim não for o suficiente, é claro que também pode requisitar o serviço de babysitting.

Viagens e expedições em 2014

The World

Desde a ilha da Madeira até às Canárias, o The World atravessou o Atlântico para absorver o calor da Caraíbas e seguir em frente, rumo à euforia que apenas se consegue sentir ao passar o Canal do Panamá rumo à América do Sul e, depois, Nova Zelândia.

Os moradores do navio desvendam os segredos de Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão em expedições lideradas por especialistas. Conhecem os lugares mais exóticos na Ásia, participam em costumes locais, testemunham a vida selvagem, entre outras iniciativas enriquecedoras e inesquecíveis, a bordo e fora dele.

Video de Apresentação

Ficha Técnica

Nome: The World

Propriedade: Headquartered Miramar, Florida, ROW Management Ltd.

Bandeira: Bahamas

Peso: 43,524 toneladas

Comprimento: 196.35 m

Velocidade máxima: 18.5 nós

Tripulação: 250 profissionais

Ocupação: 150/200 residentes e convidados

Local de construção: Estaleiro norueguês Fosen Mekaniske Verksted

Ano de conclusão: 2002

Custo Total: $ 380 milhões de dólares

Nº de unidades habitacionais: 165

Tipologia unidades habitacionais: 106 apartamentos, 19 apartamentos estúdios e 40 estúdios

Preços/quartos: A partir de $1.200/noite

Preços/apartamentos: A partir de $1,2 milhões de dólares

Empresa promotora: ResidenSea Ltd.

Animais de estimação: Não são permitidos.

Mentor do projeto: Esta é uma ideia original de Knut Kloster Jr., um homem que cresceu no seio de uma família apaixonada pela vida no mar. Depois de muitos anos de trabalho e também de férias a bordo dos melhores iates e navios de cruzeiro do mundo, Kloster começou a delinear o seu sonho de criar uma maneira em que os viajantes nunca tivessem que sair de bordo. Em 1997 reúne com uma equipa de profissionais experientes no transporte, design, hospitalidade, finanças, vendas e marketing e começa a dar corpo à ideia materializada em março de 2002 que dá pelo nome The World.

Designers do navio: Petter Yran e Bjorn Storbraaten.

Amigo do Ambiente: Primeiro navio de seu tamanho que queima diesel marítimo em vez de óleo combustível para navios pesados e que apresenta um sistema de limpeza de águas residuais único. Aprovado para ser usado como água técnica e para atracar em lugares como Monterey, na Califórnia, onde que se aplicam os mais rigorosos controlos de poluição nos Estados Unidos em grandes navios de cruzeiro.

Site: www.aboardtheworld.com

Booking.com
Tags

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!

Pub