Costa Cruzeiros Experiências

Uma agradável surpresa chamada Costa Smeralda (a bordo do primeiro cruzeiro pós-pandemia)

Finalmente! Voltei aos cruzeiros! 🙂

O Costa Smeralda marcou o meu desejado regresso aos cruzeiros depois de mais de um ano de ausência devido à pandemia de Covid-19 que parou as viagens, os aviões e praticamente todos os navios de cruzeiro.

O turismo foi particularmente atingido, e muito especialmente, o turismo em navios de cruzeiro, causando prejuízos mensais >às principais companhias na casa das largas centenas de milhões de euros.

Mas não há setor mais resiliente que este! Uma indústria que já implementava a bordo as melhores práticas de higiene e segurança sanitária como nenhum outro setor. Pouco a pouco, os navios estão a regressar com grande sucesso.

As saudades do mar eram grandes

Como tal, foi com muita satisfação que subi a bordo do Costa Smeralda para um curto itinerário por portos italianos, logo após o navio da Costa Cruzeiros ter retomado as operações no início do mês de maio. O maior navio da companhia italiana é o primeiro a mover-se a GNL (Gás Natural Liquefeito) o que representa uma brutal diminuição da emissão de gases de estufa.

O programa contava com embarque em Civitavecchia (Roma) e escalas em Nápoles, Messina (Sicília) e Cagliari (Sardenha), antes do regresso a Civitavecchia, sendo que o itinerário ainda se prolongava até Savona.

A Viagem para Roma até começou mal, mas acabou bem

Antes de chegar a Itália foi necessário efetuar um teste PCR à Covid-19 para viajar (e embarcar no navio). Optei por fazê-lo na Cruz Vermelha, sem sair do carro, sendo bem mais barato do que em muitos laboratórios. Paguei 60€ e o resultado foi enviado por email em português e inglês. Simples e eficaz.

Não foi fácil chegar a Civitavecchia (perto de Roma), o voo do Porto para Lisboa, previsto para as 5h00 saiu apenas às 9h00 por causa do nevoeiro o que me fez perder a ligação Lisboa-Roma. A chegada ao aeroporto de Fiumicino (Roma) no voo seguinte já não me permitiu subir a bordo em Civitavecchia, pelo que tive que viajar de carro – no dia seguinte –  até Nápoles (a cerca de 300km de Roma) para aí sim, embarcar no Costa Smeralda.

Check-in em Nápoles e documentos necessários

Teste Rápido adicional no Terminal em Nápoles

Para viajar para Itália as autoridades exigem teste PCR negativo, o preenchimento de um pequeno formulário com informação pessoal e informação sobre se estivemos nos últimos 14 dias em países de risco, ou em contacto com pessoas positivas à Covid-19.

Outro formulário é ainda preenchido a bordo, que temos que entregar, sendo entregue uma via à companhia aérea e outra às autoridades italianas, no aeroporto, à chegada.

Já no Terminal de Cruzeiros temos, igualmente, de mostrar o resultado teste PCR negativo e de fazermos mais um teste rápido.

Os resultados demoram cerca de 20 a 30 minutos, enquanto esperamos numa sala do terminal, mantendo as devidas distâncias sociais.

Sala de espera

Protocolo de Saúde e Segurança da Costa Cruzeiros

As medidas mantidas a bordo são, de facto, bem aplicadas e nota-se um sentimento de segurança entre todos os passageiros.

A máscara será sua companheira, já que é obrigatória em todos os espaços interiores do navio, exceto nos restaurantes quando estivermos na mesa.

Medição de Temperatura

Medição de Temperatura

Outras medidas de segurança e saúde incluem a medição obrigatória da temperatura, uma vez por dia, em dispositivos espalhados pelo navio, onde, com o nosso cartão, podemos facilmente medir a temperatura, sem qualquer contacto com os dispositivos eletrónicos e com registo automático.

Se tiver alguma dificuldade ou se se esquecer deste procedimento um membro da tripulação irá certamente ajudá-lo.

Menus dos Restaurantes em códigos QR

Os menus nos restaurantes também passaram para o digital. Neste caso, através de um código QR presente em todas as mesas que pode ser lido por qualquer telemóvel com essa capacidade.

O menu é apresentado num documento em várias línguas, onde não consta o português. De qualquer forma, é sempre possível solicitar uma carta para quem não possuir o equipamento necessário.

Buffets deixam de ser self-service

Desinfeção e as Normas de Higiene nos Restaurantes

Aqui nota-se uma diferença no protocolo de segurança. A Costa Cruzeiros não permite a circulação de pessoas no buffet, passando a ser um restaurante à la carte, onde os funcionários nos atendem à mesa.

Já a MSC Cruzeiros tem o buffet aberto e as pessoas podem-se deslocar pelas bancadas onde são servidas pelos respetivos funcionários.

Lotação máxima do navio reduzida

O navio, com capacidade para mais de 6 mil pessoas, tem lotação máxima reduzida a 60%, uma medida imposta pelas autoridades italianas.

Neste cruzeiro não estavam mais de 1500 passageiros, muito abaixo do limite, e, como tal, andava-se sempre muito bem por todos os espaços do Costa Smeralda. Os elegantes elevadores também estão limitados a 4 pessoas para manter o distanciamento social.

Testes Rápidos e PCR efetuados a bordo

Teste PCR a bordo no Centro Médico

Para os passageiros que necessitem de teste PCR para regressar ao seu país de origem, a Costa Cruzeiros também providencia testes PCR a bordo do Costa Smeralda.

Assim fiz: dois dias antes de desembarcar, realizei o teste de laboratório para poder apresentar no regresso, cá em Portugal. Tem um custo de 40€ e o passageiro pode levar os resultados num formulário em inglês.

Neste capítulo o Costa Smeralda é totalmente independente e tem um centro médico com tudo o que é necessário para testes rápidos e testes PCR, sem necessidade de apoio em terra. Os tripulantes com contacto com os passageiros são obrigados a testes rápidos semanais, enquanto os restantes tripulantes fazem-no quinzenalmente. Além disso, neste momento, não é possível deixarem o navio nas diversas escalas.

São de facto muitas medidas de saúde, mas a segurança está sempre em primeiro lugar e a Costa Cruzeiros tem um protocolo bem desenhado e bem implementado. Todo este protocolo é supervisionado por um cargo criado para o efeito, um Sanitation Officer.

É o preço que temos a “pagar” mas é preferível assim do que passar uns dias num hospital! Devo dizer que me senti totalmente seguro a bordo e totalmente imbuído no espírito de cruzeirista.

Vida a bordo e Ambiente

O Costa Smeralda é o maior navio da Costa Cruzeiros e o quarto maior do mundo, logo atrás dos navios da classe Oasis, da Royal Caribbean. É difícil ver tudo em apenas 4 dias, mas desde já, destaca-se a sua herança italiana. Os interiores foram desenvolvidos sob a supervisão de Adam D. Tihany um dos maiores e mais premiados designers de hotéis e restaurantes, responsável pelos interiores do Celebrity Solstice ou do Seabourn Encore.

O Costa Smeralda é um corte com o passado da Costa Cruzeiros. Dos espaços com cores vivas e exuberantes passou-se para tons suaves, mas sofisticados, que simbolizam a hospitalidade, estilo e beleza italiana. Os restaurantes têm vida própria com ambientes herdados de cada região da Itália. Os espaços públicos a bordo são inspirados na arquitetura italiana como são exemplos a Piazza di Spagna e o estupendo Colosseo.

Até os decks estão repletos de fotos de cidades e locais italianos como Roma, Palermo, Capri, Veneza, Florença ou Bellagio. O meu camarote, no deck 14, tinha um papel de parede lindíssimo com uma representação da Praça de São Marcos. E qual era o nome do meu deck? Isso mesmo: Deck Veneza.

Pormenor do meu camarote com uma imagem de Veneza

O ambiente a bordo é diferente com apenas 25% da sua capacidade. Por um lado sentimos que temos o navio só para nós, com muitos espaços livres, espreguiçadeiras, piscinas e até jacuzzis com lugares disponíveis. Não há praticamente filas e temos sempre um funcionário da tripulação pronto para nos servir. Por outro lado, sente-se a falta do ambiente animado das festas temáticas, que espero, seja uma ausência de curto prazo.

Mas um cruzeiro é sempre um cruzeiro… na sua essência está lá tudo. A gastronomia, o entretenimento, a música ao vivo, jogos e espetáculos, que aqui no Costa Smeralda se dividem essencialmente entre o teatro (em menor escala) e o Colosseo, um magnífico e surpreendente espaço no centro do navio.

O Colosseo imita o próprio coliseu romano, circular, com um palco rotativo no centro e bancadas a toda a volta distribuídas por três decks. É aqui que os espetáculos sobem de nível, com grandes atuações de acrobatas e concertos ao vivo. A versatilidade do palco central, rotativo, e com vários anéis elevatórios, permitem um espetáculo único de grande impacto e proximidade com o público.

O Costa Smeralda é um autêntico museu no alto mar, respirando arte e cultura italiana por todos os poros. É por isso, também, que ostenta um museu sobre design italiano, o CoDe (Costa Design Museum). Desde a moda até aos transportes, é possível apreciar as criações de Versace, Armani ou Gucci, ou as marcantes Lambretta e Vespa, com exemplares irrepreensíveis a bordo.

Gastronomia… que bela surpresa!

Talvez o que mais me surpreendeu no Costa Smeralda tenha sido mesmo a gastronomia. Não só pela variedade incrível de restaurantes e bares que existem a bordo, mas sobretudo pela qualidade e apresentação de cada prato.

Foram três os restaurantes que tive oportunidade de experimentar: um dos buffets, o La Sagra Dei Sapori, no deck 8, o restaurante Arlecchino, no deck 6, e o exclusivo para membros Perla Diamante, Bellavista Club, onde é servida lagosta e outros pratos dignos de estrelas Michelin.

Não existe o conceito de grande sala de jantar a bordo do Costa Smeralda. Em vez disso a Costa Cruzeiros introduziu 4 restaurantes, cada um com o seu próprio ambiente: Arlecchino, Il Meneghino, La Colombina e Il Rugantino. Além destes, ainda existem vários restaurantes de especialidade, dos quais destaco o Pummid’Oro, para pizzas e massas, o Teppanyaki, para pratos asiáticos, e ainda o Sushino, um novo restaurante para amantes do sushi. Existe mesmo um prato “All you can eat”, onde pode comer até ficar satisfeito, por apenas 15€ 🙂

Mas uma imagem vale mais do que mil palavras! por isso deixo-vos uma série de fotografias dos melhores pratos que pude saborear a bordo. Pena não dar para sentirem como eram saborosos!

Solemio, o novo conceito de Spa

O Costa Smeralda traz consigo um novo conceito, o Solemio Spa, gerido pelo português José da Mota, um dos dois tripulantes nacionais. O SPA é um centro dedicado ao corpo e à alma, com salão de beleza, sauna, banho turco, piscina de talassoterapia e áreas de relaxamento à base de sal e neve. O ginásio, situado na lateral do navio, está equipado com máquinas da Technogym e providencia o serviço de personal trainer para melhor aconselhamento.

Pool Deck é para todos

Piazza di Spagna na popa do Costa Smeralda

O deck das piscinas do Costa Smeralda foi outra boa surpresa. Espaços amplos, várias piscinas disponíveis, uma central mais duas laterais, e uma interior com um design inovador. Palco para atuações ao vivo e jacuzzis espalhados pelo espaço interior permitem em dias mais ventosos usufruir destas comodidades.

Na popa do navio encontramos a Piazza di Spagna, que retrata na perfeição a famosa praça, com o mesmo nome, em Roma. Uma grande escadaria acompanhada de uma grande vista para o porto ou para o mar, e confortáveis baloiços para contemplar a vista.

O deck superior, onde se encontram piscinas, não tem qualquer área reservada, podendo os passageiros circular por todo o seu perímetro sem barreiras e usufruir das vistas de qualquer ponto do navio.

O meu camarote 14252

Fiquei bem instalado num camarote com varanda de tons sóbrios, com boas áreas e um televisor plano de grandes dimensões. O quarto de banho, com paredes a imitar mármore e chão de xadrez, é espaçoso (incluindo dentro do poliban). A varanda é generosa e possui duas cadeiras e uma mesa de apoio. Estranhei a ausência do minibar.

O que mais gostei do Costa Smeralda

  • A gastronomia foi uma agradável surpresa: pratos saborosos com uma excelente apresentação
  • O navio é grande e amplo com muitos espaços de entretenimento
  • O Colosseo é um excelente palco para espetáculos
  • A cerveja de pressão é Heineken 🙂
  • O protocolo de segurança é uma prioridade e isso nota-se
  • O espírito de um cruzeiro continua lá e isso foi ótimo

O que menos gostei do Costa Smeralda

  • A ausência das festas temáticas, pelo menos para já
  • As excursões são em menor quantidade e mais controladas (em bolha)
  • Por vezes foi difícil “navegar” dentro do navio

Alguns Preços de Referência *

  • Água engarrafada: 2,90€
  • Café Expresso: 1,70€
  • Capuccino: 2,70€
  • Sumos em Garrafa: 3,50€
  • Sumo Laranja Natural: 5,00€
  • Champagne Moet & Chandon: 65€ (garrafa)
  • Champagne Don Perrigon: 220€ (garrafa)
  • Espumante Ferrari Riserva del Fondatore: 100€ (garrafa)
  • Cerveja de pressão: 5,00€ (40 cl)
  • Cerveja de pressão: 4,00€ (25 cl)
  • Colas: 3,00€ (33 cl)

* Acresce 15% de taxa de serviço

Pacotes de Bebidas **

  • Pacote de Bebidas Cerveja: 93,15€ (20 copos de 40 cl.)
  • Pacote Café & Capuccino: 44,50€ (25 unidades taça pequena)
  • Pacote de Bebidas Pranzo & Cena (às refeições): 20€ por pessoa/dia
  • Pacote de Bebidas Brindiamo (bebidas no bar): 30€ por pessoa/dia
  • Pacote de Bebidas Piú Gusto (bar + cocktails): 35€ por pessoa/dia
  • Pacote de Bebidas Intenditore (bar + cocktails + bebidas premium + minibar): 48€ por pessoa/dia

** Já inclui taxa de serviço de 15% (devem ser adquiridos por todos os passageiros no mesmo camarote)

Itinerários para este Verão

O Costa Smeralda continuará pelo Mediterrâneo efetuando itinerários de 7 noites com embarques em vários destinos como Civitavecchia (Roma) e Savona, e a partir de Julho em Barcelona e Palma de Maiorca.

Clique aqui para consultar todos os itinerários do Costa Smeralda

Conclusão

Se foi bom voltar aos cruzeiros? Foi ótimo! Se foi bom conhecer o Costa Smeralda? Foi excelente! Se me senti seguro a bordo com todas as medidas de segurança? Absolutamente!

O Costa Smeralda permitiu-me sentir de novo o mar e como é bom fazer férias em cruzeiros. É certo que há diferenças, mas a essência e experiência estão lá. Não falta a boa gastronomia, os espetáculos incríveis, o entretenimento de nível superior, o amanhecer nos portos, os fantásticos pôr do sol e a brisa marinha. Ah e o vento forte também… 🙂

Como um amigo me disse: para evitar a depressão pós-cruzeiro é pensar já no próximo 🙂

Assim farei…

 

 

7 Comments

Click here to post a comment

Leave a Reply

Solicite um Orçamento

Fácil e rápido. Preencha as seguintes informações e eu envio-lhe as melhores sugestões de preços e itinerários:

    Entendo que serei contactado por um Agente de Viagens, parceiro do Blog dos Cruzeiros, sobre este pedido.