Home Experiências Saint-Nazaire: O que vimos e o que vamos poder ver no Harmony of the Seas (reportagem fotográfica)
Saint-Nazaire: O que vimos e o que vamos poder ver no Harmony of the Seas (reportagem fotográfica)

Saint-Nazaire: O que vimos e o que vamos poder ver no Harmony of the Seas (reportagem fotográfica)

194
0

Não podia ter sido mais diferente do habitual esta nossa visita a mais um navio de cruzeiros e por dois grandes motivos.

Primeiro porque é (ou será) “apenas” o maior navio de cruzeiros do mundo. Quantos, poucos, felizardos tiveram a oportunidade de estar num gigante dos oceanos com a envergadura do Harmony of the Seas?

E segundo, para tornar ainda mais excepcional a visita, o navio ainda não estava pronto. Naquele que é  um dos maiores estaleiros da Europa, o STX Europe, o Harmony revelou-se um verdadeiro estaleiro também no seu interior. Mais de 3000 funcionários trabalham afincadamente para dar vida a este gigante, pintando paredes, colocando tapetes e iluminação, pendurando candeeiros, entre tantas outras tarefas.

DSCN4275

Não haja dúvidas sobre o bom andamento destes trabalhos. Para um leigo como eu, nunca na vida este navio estaria pronto em pouco mais de dois meses, dado o estado de obras total que se encontra o navio por dentro.

No entanto, o tour que a Royal Caribbean nos proporcionou, às mais diversas áreas interiores, foi claro e objectivo. Não só visitamos os principais locais, como forneceram óculos de realidade virtual, que nos mostravam como ficariam as áreas com o seu aspecto final. E lá estavam os famosos Central Park, Boardwalk, o novo Bionic Bar, The Ultimate Abyss  entre outros. Tudo guiado por Petteri Keso, gestor de projecto da classe Oasis, da Royal Caribbean.

O que há de novo no Harmony of the Seas?

Se há companhia que prima pela inovação nos seus navios ela é a Royal Caribbean e o Harmony of the Seas não é uma excepção.

Desde já por ser o maior do mundo, mesmo sendo da mesma classe dos seus irmãos Oasis e Allure of the Seas. O Harmony of the Seas vai ser mesmo maior: 33 cm mais comprido que os seus irmãos. Além disso será ligeiramente mais largo o que permitirá que os seus camarotes sejam, em média, igualmente maiores que os do Oasis e Allure of the Seas.

Mesmo em termos de arqueação bruta, o Harmony arrastará 227 mil toneladas, no que representa um aumento em relação aos seus irmãos.

Diversão e Gastronomia

Mas não é “apenas” o maior de mundo. O navio traz consigo duas grandes novidades para quem gosta de emoções fortes: The Ultimate Abyss e o Perfect Storm. São ambos escorregas e são ambos impróprios para cardíacos, especialmente o primeiro.

The Ultimate Abyss, Harmony of the Seas

O The Ultimate Abyss é um escorrega, sem água, que descerá 10 decks, desde o topo do navio, ao lado dos simuladores de surf FlowRider, até cá em baixo junto ao Aqua Theater, em plena Boardwalk. Sim, leu bem, 10 decks, é o equivalente a 10 andares, e acredite, a visão lá de cima é assustadora.

Serão dois escorregas, espelhados, com um diâmetro de cerca de 80 cm e construídos em aço inoxidável. Apesar de não haver restrições de idade, o divertimento só estará disponível para adultos ou crianças que tenham uma altura mínima.

O The Ultimate Abyss pode ser creditado directamente a Michael Bayley, CEO da Royal Caribbean, que numa das habituais reuniões da equipa da classe Oasis, propôs fazer o maior e mais assustador escorrega num navio de cruzeiros.

Mas os escorregas e as novidades não acabam aqui. O Perfect Storm são mais 3 divertimentos, estes aquáticos, os primeiros do género num navio da Royal Caribbean (entretanto já foram instalados no Liberty of the Seas).

O Typhoon e Cyclone sao tobogãs clássicos e o Supercell é usado com uma bóia onde se cai numa bacia gigante de onde saímos através de uma abertura no fundo. Este trio esta situado no deck superior, junto às piscinas, onde também podemos encontrar o Splashaway Bay. Esta área terá canhões aquáticos, mini escorregas e quedas de água que farão as delícias dos mais pequenos.

Harmony of the Seas

Wonderland

As opções de restauração também são abundantes e variadas. Neste ponto o grande destaque vai para o Wonderland, conceito de cozinha imaginativa que nasceu nos navios Quantum e Anthem of the Seas, e que a Royal Caribbean vai replicar no Harmony of the Seas. Aqui o restaurante, do género fantástico e com decoração baseada na história de Alice no País das Maravilhas, vai ser ampliado com um piso extra, como se pode ver nas fotografias.

Outra novidade será o Jamie’s Italian, do conhecido chefe Jamie Oliver, com cozinha típica italiana, e já presente nos navios da classe Quantum. Igualmente novo será o Bionic Bar, outra importação dos navios Quantum e Anthem of the Seas que substituirá o Champagne Bar, já conhecido da classe Oasis.

Wonderland

Ponte de Comando

 

Central Park

Boardwalk e Promenade

Aqua Theater

DSCN4363

Harmony of the Seas em números

  • Construção: Saint-Nazaire, França
  • Registo: Bahamas
  • Arqueação Bruta: 227.000 toneladas
  • Comprimento. 361 metros
  • Largura: 66 metros
  • Velocidade: 22 nós
  • Decks: 18
  • Elevadores: 24
  • Camarotes: 2747
  • Capacidade Dupla: 5497 passageiros
  • Capacidade Máxima: 6410 passageiros
  • Tripulantes: 2300
  • Viagem Inaugural: 29 de maio de 2016

(194)

Booking.com
Nuno Ribeiro Nuno Ribeiro é fundador e editor do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.