Artigos

Saiba porque é que os tsunamis não são um problema para os Cruzeiros

O alerta de tsunami feito após o terrível terramoto no Chile fez muitas companhias de cruzeiro alterar ligeiramente a sua programação na zona. Muitos donos de barcos mais pequenos ancorados em marinas navegaram para o mar onde estarão mais seguros. O mesmo farão os grandes navios de cruzeiro…

Um navio de cruzeiro ancorado no porto é um potencial perigo caso seja atingido por uma onda gigante provocada por um tsunami pois poderá esmagar o navio contra o cais. No entanto, em alto mar, mesmo barcos pequenos, estão muito mais seguros já que a onda de um tsunami antes de atingir terra terá “apenas” alguns metros.

Em 1942 o original Queen Mary foi atingido por uma onda brutal de 28 metros resultando numa inclinação do navio na ordem dos 52 graus antes de se endireitar totalmente. O mais recente Queen Mary 2 sofreu com uma onda semelhante em Setembro de 1995. Em 2005 o Norwegian Dawn da NCL foi atingido por uma onda de 21 metros quando navegava no Oceano Atlântico. Alguns decks ficaram  inundados e poucos passageiros sofreram ferimentos ligeiros.

Sabemos as terríveis consequências de um tsunami, no entanto, se estiver a bordo de um navio de cruzeiro em alto mar, estará num sítio perfeitamente seguro para escapar a estas ondas gigantes. Felizmente este tipo de manifestações da natureza são raras.

Add Comment

Click here to post a comment

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!