fbpx
Notícias Royal Caribbean

Royal Caribbean poderá ter outra marca low cost

De acordo com a UBS Investment Research, a Royal Caribbean poderá colocar alguns dos seus navios mais antigos numa marca low cost, criando assim outro segmento disponível para os seus passageiros.

Esta situação visa essencialmente proteger a fixação de preços de marcas já existentes, desde que estas se encontrem dentro do segmento com navios menores e mais antigos. Segundo as informações que a UBS apresentou, esta nova marca da Royal Caribbean, estaria apta a competir com preços mais em conta, os chamados valores mais populares, mas provavelmente o seu mercado alvo não seria os Estados Unidos, mas sim a América Latina ou até a Ásia.

Nos últimos anos a companhia tem vindo a canalizar os seus navios mais antigos para as frotas da Pullmantur e da sua filial CDF Croisières de France. Estes navios têm um valor activo muito reduzido, pelo que não faria qualquer sentido afasta-los do serviço e vender, mas sim a melhor solução seria a criação de um novo segmento.

A Pullmantur, com sede em Madrid, está dentro de um processo para estabelecer uma outra sede, no mercado latino, mais propriamente no Panamá, pois a grande maioria da sua presença é para o público latino americano. Por outro lado, outra marca referenciada pela UBS é a TUI Cruises, dedicada ao mercado alemão, que “herdou” o Celebrity Galaxy e Celebrity Mercury, da Celebrity Cruises, batizando-os de Mein Schiff 1 e Mein Schiff 2, respectivamente.

Leia também  A suite mais cara do Icon of the Seas já está esgotada para todo o ano de 2024

Ainda não existem confirmações por parte da companhia em relação a esta possibilidade, pelo que tudo não passa de pequenas suspeitas, surgidas após uma reunião com a direcção da Royal Caribbean. Assim que as informações forem reveladas, apresentamos a todos os interessados.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!