Royal Caribbean

Royal Caribbean adota novas medidas relacionadas com o Coronavírus (e envia 1 milhão de máscaras de proteção para a China)

A Royal Caribbean Cruises Ltd está a acompanhar de perto os desenvolvimentos globais relacionados com o Coronavírus e a adotar as medidas necessárias para proteger a saúde e a segurança de todos os passageiros e tripulantes.

Seguindo as instruções do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), da Organização Mundial da Saúde e de outras entidades de saúde pública mundiais, a Royal Caribbean está a implementar medidas para proteger os passageiros e tripulantes. Estas medidas aplicam-se a todas as pessoas que embarquem nos navios da companhia, todos os passageiros e tripulantes. A Royal Caribbean lamenta os transtornos causados por estas medidas preventivas.

Independentemente da nacionalidade, será recusado o embarque a:

  • Qualquer pessoa que tenham viajado de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Irão, Coreia do Sul e das regiões italianas Lombardia e Véneto nos últimos 15 dias antes do embarque.
  • Qualquer pessoa que tenha estado em contacto com alguém que tenha viajado de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Irão, Coreia do Sul e das regiões italianas Lombardia e Vêneto. O CDC considera uma proximidade de contacto de risco entre duas pessoas, de 6 metros.
  • Pessoas que revelem não se sentir bem de saúde ou que demonstrem sintomas de gripe.

Serão realizadas avaliações médicas obrigatórias antes do embarque a:

  • Todas as pessoas que tenham viajado de, para ou através do Japão, Singapura, Tailândia e Itália (todas as regiões além de Lombardia e Véneto) no últimos 15 dias antes do embarque.
  • Todas as pessoas que não tenham a certeza de ter estado em contacto com alguém que tenha viajado) de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Irão, Coreia do Sul, Japão, Singapura, Tailândia e Itália nos últimos 15 dias antes do embarque.
  • Será recusado o embarque a todas as pessoas que tenham febre ou baixos níveis de oxigénio no sangue, detetados nos exames médicos obrigatórios.
Leia também  6 Perguntas a Francisco Teixeira, diretor-geral da Melair, sobre o Turismo de Cruzeiros pós-pandemia

Todos os passageiros a quem seja recusado o embarque por estes motivos, será feito o reembolso do valor total pago à companhia de cruzeiros.

A Royal Caribbean tem protocolos médicos rigorosos para ajudar passageiros e tripulantes que se sintam adoentados enquanto navegam. Os protocolos incluem acompanhamento médico, procedimentos de quarentena em resposta a qualquer sintoma de gripe e procedimentos reforçados de limpeza, filtragem de ar e higienização sanitária.

A Royal Caribbean está a acompanhar todos os desenvolvimentos relacionados com o Coronavírus, atualizando as medidas de segurança e prevenção sempre que necessário.

1 MILHÃO DE MÁSCARAS DE PROTEÇÃO ENVIADAS PARA A CHINA

A Royal Caribbean Cruises Ltd. enviou 1 milhão de máscaras de proteção para a China, que serão distribuídas nas áreas mais afetadas. Richard D. Fain afirmou: “Admiramos os esforços da China e da população em resposta a esta crise e queremos ajudá-los”.

 

Add Comment

Click here to post a comment

Deixar uma resposta

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!