Royal Caribbean

Richard Fain abandona Royal Caribbean Group (veja como mudou a companhia em 30 anos)

Richard Fain, CEO Royal Caribbean Group

Richard Fain, cujas inovações durante mais de 33 anos como CEO do Royal Caribbean Group ajudaram a moldar o setor dos cruzeiros, decidiu deixar o cargo de CEO a 3 de Janeiro de 2022. O diretor financeiro Jason Liberty será o sucessor como CEO e ingressará na administração da empresa. Fain permanecerá como presidente da administração.

A carreira lendária de Fain é definida pelas inovações que promoveu, envolvendo todos os aspetos do setor de cruzeiros, desde o projeto revolucionário dos navios até aos grandes esforços de sustentabilidade e tecnologias e recursos inovadores que enriqueceram a experiência a bordo para milhões de passageiros.

Sob a liderança de Fain, o Royal Caribbean Group apresentou novas e distintas categorias de navios, com uma gama diversificada de serviços e experiências que transformaram a natureza do setor. Entre esses navios transformadores estão os das classes Sovereign, Voyager e Oasis da Royal Caribbean International; Solstice e Edge da Celebrity Cruises; a tão esperada classe Icon da Royal Caribbean International a ser apresentada em 2023; e o “Project Evolution” da Silversea Cruises, que se tornará o primeiro navio movido a energia híbrida do setor, quando for lançado em 2023. Trabalhando com Liberty, Fain continuará envolvido no programa de construção de navios do grupo.

Liberty ingressou no Royal Caribbean Group em 2005 e ocupou vários cargos financeiros, estratégicos e operacionais, antes de se tornar diretor financeiro em 2013. As suas funções operacionais ampliaram-se ao longo dos anos e foram muito além das responsabilidades normalmente associadas a um diretor financeiro. Liberty também é responsável pela Silversea Cruises, pelas joint ventures do grupo com a TUI Cruises e com a Hapag Lloyd Cruises, assim como pela estratégia, tecnologia, operações portuárias e funções jurídicas do Royal Caribbean Group.

Richard Fain liderou a empresa no meio da pandemia mundial e foi a força motriz por trás da criação do Healthy Sail Panel, um grupo de especialistas de renome na área da saúde que estabeleceu protocolos de segurança e bem-estar para restaurar a confiança na segurança dos cruzeiros.

Richard tem sido um líder visionário, que fez inúmeras e notáveis contribuições para a empresa e para o setor“, disse Bill Kimsey, administrador da empresa. “Mais recentemente, a sua gestão durante a pandemia da COVID marca-o como um dos grandes CEOs da sua geração. A comunidade de cruzeiros e todos nós na empresa devemos-lhe muita gratidão.”

Leia também  Os itinerários (e as novidades) do Wonder of the Seas na Europa (e as fotos dos novos espaços)

Fain disse que ele e a diretoria do RCG desenvolveram um cuidadoso processo de planejamento de sucessão para quando ele decidir que chegou o momento certo de deixar o cargo.

Não existem palavras para expressar a minha admiração e gratidão às pessoas do Royal Caribbean Group, que foram os verdadeiros impulsionadores do nosso sucesso; e minha profunda gratidão pelo apoio e orientação da administração durante os bons e maus momentos deste longo período de crescimento sustentado.”, disse Richard Fain.

Fain disse que, com a maioria dos navios do grupo em operação, com a aproximação de um regresso completo às atividades dos cruzeiros e com as marcas do grupo sob a liderança de CEOs excepcionais, foi o momento certo de deixar o cargo.

Devido à grande profundidade e amplitude da nossa liderança e às perspetivas positivas para a nossa empresa, este é o momento adequado para me afastar e deixar Jason assumir a liderança“, disse Fain. “Ele é um líder altamente versátil e estratégico, que tem feito parte de todos os aspetos das conquistas e desempenho da empresa.

O nosso sucesso como empresa depende fortemente da nossa cultura e dos valores que prezamos“, disse Fain. “Jason simboliza esses valores, e sei que trabalhará para promovê-los neste mundo em constante mudança. Não poderia estar mais feliz por ter um líder tão qualificado e com tantos princípios a suceder-me como CEO. Jason levará o grupo a novos patamares.

Liberty disse que estava honrado e muito feliz por se tornar CEO do Royal Caribbean Group. “As nossas pessoas e cultura incríveis, combinadas com as nossas marcas líderes e a frota mais inovadora do mundo, são o que fazem com que a nossa organização seja tão bem-sucedida. Estou grato à administração por me escolher e ao Richard, pela sua amizade, mentoria e orientação. Estou ansioso para desenvolver o histórico notável da empresa nos próximos anos.”

Como era o grupo Royal Caribbean quando Fain entrou na empresa e como está agora:

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply

Solicite um Orçamento

Fácil e rápido. Preencha as seguintes informações e eu envio-lhe as melhores sugestões de preços e itinerários:

    Entendo que serei contactado por um Agente de Viagens, parceiro do Blog dos Cruzeiros, sobre este pedido.