Artigos

RESULTADOS: 1º Grande Inquérito do Blog dos Cruzeiros Traça o Perfil do Cruzeirista Português

Foto: MSC Cruzeiros

O Blog dos Cruzeiros resolveu fazer um balanço sobre as viagens de navio dos portugueses e convidou todos os leitores residentes no país, que tivessem efetuado pelo menos uma viagem de cruzeiro nos últimos dois anos (2016 e 2017) a dar a sua opinião: data, preço, navio, camarote, itinerário, excursões, espetáculos, gastronomia, etc…

Nesse inquérito, em que participaram cerca de 1200 pessoas, conseguiu-se aferir o grau de satisfação dos portugueses quanto a férias em cruzeiros. Desde já agradecemos a todos os cruzeiristas que participaram no inquérito.

Vamos aos resultados?

1118 pessoas participaram no inquérito

Perfil do Cruzeirista

Foram 1118 os cruzeiristas que responderam a este inquérito do Blog dos Cruzeiros, dos quais 90% (1004) fizeram uma viagem de navio em 2016 ou 2017.

Estas pessoas vivem, na sua maioria, no distrito de Lisboa (36%) e Porto (12%), mas o nosso inquérito contou também com a participação de uma série de portugueses espalhados uniformemente por este país a fora, continente e ilhas! Dos Açores e Madeira até Faro, Setúbal, Santarém, Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria, etc.

Quanto à faixa etária, a maioria dos inquiridos tem mais de 50 anos, ou seja, 38% tem mais de 60 anos e 27%, entre 51 e 60 anos. Apenas 21% dos inquiridos tem entre 41 a 50 anos e 10% entre 31 a 40 anos. Só 4,4% não ultrapassa os 30. Estes dados revelam que, embora as viagens de cruzeiros estejam a perder o estigma de que são coisa de reformados, em Portugal, efetivamente, continuam a ser os seniores que mais as procuram.

Em relação ao número de pessoas, a maioria (43%) prefere viajar com a cara-metade, apenas, possivelmente porque não se trata propriamente de uma viagem em conta (muitas vezes implica também bilhetes de avião) para levar a família toda. Mas, 20% também gostam de viajar com conjugue e filhos e outros 20% com amigos. Só 2% dispensaram companhia.

Número de cruzeiros realizados

Em relação à quantidade de cruzeiros realizados, apenas 17% das pessoas participaram em apenas um cruzeiro, pois 15% dos inquiridos fizeram dois, 13% três, 10% quatro e – atenção! – 14% (mais de 160 pessoas) mais de dez viagens de navio! Uma informação que revela que os portugueses gostam deste tipo de férias… e muito!

Reserva da viagem

O modo como os cruzeiristas reservaram o cruzeiro também variou: 69% indica que foi diretamente numa agência de viagens, enquanto que 25% optou por recorrer a serviços online. Apenas 6% reservaram diretamente na companhia de navegação.

E com que antecedência fizeram a reserva? Ora, 37% com uma antecedência de 3 a 6 meses, 34% de 6 a 12 meses e 20% de 1 a 3 meses. Apenas 5% reservaram com mais de um ano de antecedência e 4%, pelo contrário, com apenas um mês.

Por norma reservar o cruzeiro com mais de 12 meses é o mais indicado, isto se tem um navio/itinerário específico e se não tem muita liberdade em relação às datas. Além disso as tarifas poderão sempre mais simpáticas, pois é expectável que, à medida que os camarotes vão sendo vendidos, o preço também subirá. Neste aspecto os portugueses não têm tirado proveito, já que a maioria reserva com 3 a 6 meses de antecedência.

Preço da viagem

No que toca a preços, incluindo taxas e gratificações, a maioria dos cruzeiristas gastou entre 1000€ a 1500€ por pessoa (36%). Com gastos na ordem dos 500€ a 1000€, contámos 29% dos inquiridos, seguindo-se 1500€ a 2000€ com 21%. No entanto, 11% gastaram mais de 2000€, contra 3% que gastaram menos de 500€.

Os números mostram que os cruzeiristas não têm uma preocupação evidente em encontrar a solução mais barata nem se importam em reservar com menos antecedência sem conseguir obter, assim, algum desconto.

Escolha da viagem

Vamos desvendar agora qual é o fator mais importante na hora de escolher o cruzeiro e… o  “itinerário” com 59% dos inquiridos a indicar que o destino ou destinos da viagem é que determina a escolha! Porém, 15% admite que é o “preço” e 10% a “companhia”. Quer o “navio” quer o “porto de embarque” merecem 7% das respostas, cada.

Companhia de cruzeiro

Foram 540 as pessoas que optaram pela MSC Cruzeiros, o que corresponde a 48% das respostas. Segue-se a Royal Caribbean (15%), Costa Cruzeiros (14%) e Pullmantur (9%). Os restantes cruzeiristas dividem-se pela Celebrity Cruises, Norwegian Cruise Line, Holland America e Princess Cruises, entre outras. E é sem grande surpresa que se constata aqui que a MSC é a preferida. O contrário não seria de esperar, pois a companhia tem uma oferta forte em Portugal.

Duração do cruzeiro

Os inquiridos preferem a opção mais vulgar e tradicional de 5 a 7 noites (54%), porém 34% passa 8 a 12 noites no navio e 11% mais de 12 noites, o que revela alguma inclinação para viagens mais longas, possivelmente em transatlânticos. Apenas 1% dos inquiridos dormiu menos de 5 noites a bordo.

Camarote

Independentemente do número de noites a bordo, mais de 400 pessoas escolheram um camarote interior (39%), que como se sabe é o mais barato. Mas 36% dos inquiridos optou por ficar em camarote com varanda, que é mais caro e 23% pernoitou em camarote exterior. Em suite apenas 1%.

Destino

São mais de 400 as pessoas a ir de navio para o Mediterrâneo Ocidental (37%). Para o Mediterrâneo Oriental contamos com 18%, Norte da Europa e Caraíbas, 12% de respostas cada e Fiordes da Noruega, 6%.

Leia também  Melhor Dos Melhores: As 7 Companhias que dominam os Cruzeiros de Luxo

Porto de embarque

A maioria dos inquiridos partiu de Barcelona (27%), seguindo-se Veneza (13%) e Lisboa (11%).

Os restantes cruzeiristas optaram por outros portos: Copenhaga, Miami, Roma, Dubai, Fort Lauderdale, Marselha, Génoca, Havana, Southampton, Kiel, etc. De ressalvar aqui que, tendo em conta os destinos que obtiveram mais respostas (Mediterrâneo Ocidental e Oriental), não é de espantar que os cruzeiristas recorram aos principais portos que rumam a essa zonas: Barcelona e Veneza, respetivamente. Por outro lado, Lisboa começa a ser um ponto de saída, principalmente para companhias como a MSC Cruzeiros e Costa Cruzeiros, embora ainda deixe muito a desejar no que toca a oferta a nível de datas de partidas, concentradas no final do verão.

Época do ano

O verão é o vencedor no que toca às preferências dos cruzeiristas. Nada como bom tempo para uma viagem de cruzeiro! Pelo menos é o que indicam mais de 180 pessoas (17%) que optaram por viajar em setembro (data em que se apanham rotas deste Lisboa), seguindo-se o mês de agosto (15%) e junho (13%). Julho e outubro arrecadaram 11% das respostas, cada, e maio 9%.

Excursões

A viagem de cruzeiro é interessante e divertida, sim, mas quem resiste às excursões em terra para conhecer os locais de destino? Bom… 0,4% dos inquiridos parecem resistir, pois alegam que não saíram do navio, mas o certo é que, pelo contrário, 50% – mais de 500 pessoas – fizeram excursões em terra através da companhia do navio, 40% por conta própria e 9% através de empresas externas.

Embora fiquem mais caras, as excursões organizadas pela companhia de navegação têm bastante saída, possivelmente pela comodidade, embora muitas pessoas não tenham preguiça nem timidez para encontrarem alternativas mais económicas.

E por falar em excursões… quanto é que os cruzeiristas portugueses gastaram durante o seu cruzeiro em excursões? Mais de 400 pessoas (36%) indica que gastou por pessoa entre 100€ a 250€, 30% de 250€ a 500€, 17% menos de 100€ e 13% de 500€ a 1000€. Mais de 1000€ em excursões? Apenas 4% dos inquiridos.

Gastos a bordo

Continuando com os gastos durante o cruzeiro, desta vez gastos a bordo em restaurantes, compras, etc, 32% dos inquiridos gastou entre 100€ a 250€ por pessoa, 26% menos de 100€ e outros 26% entre 250€ a 500€. Contudo, 13% admite ter gasto entre 500€ a 1000€ e 4% mais de 1000€.

Motivação

E por fim, o que motiva estas pessoas a fazer um cruzeiro? O destino! Pelo menos assim o dizem 59% dos inquiridos, ou seja, mais de 660 pessoas. A relação qualidade/preço, contudo, é o que motiva 18% dos inquiridos e 9% querem apenas descansar. O navio em si é o que motiva 7% dos inquiridos.

E as respostas, mais uma vez, revelam que os destinos e os preços (e por que não dizer o pacote completo) são os maiores atrativos em férias de cruzeiro.

Do exposto não é de estranhar que 99% dos inquiridos, ou seja, quase todos, tencionem repetir a experiência e realizar outro cruzeiro no futuro.

Avaliações por categorias

Camarote: a maioria dos inquiridos classifica de bom e excelente o camarote (54% e 24%, respetivamente), contra 18% que o considera apenas satisfatório e 4% insatisfatório ou mau.

Itinerário: a maioria dos cruzeiristas atribui a nota de bom e excelente ao itinerário (55% e 31%, respetivamente). Apenas 12% consideraram o itinerário satisfatório e 2,3%, insatisfatório ou mau.

Serviços a bordo: 51% dos inquiridos considera os serviços bons e 30%, excelentes. Já 15% das pessoas entendem-nos apenas satisfatórios e 4,4% insatisfatórios ou mesmo maus.

Gastronomia: No que toca a comida, metade dos inquiridos (50%) considera-a boa e 26%, excelente. Na categoria satisfatória temos 19% das respostas e na insatisfatório ou má, 5%.

Espetáculos: Para 46% dos inquiridos, os espetáculos são bons, mas para 29% são mesmo excelentes! Em contrapartida, 19% consideram-nos satisfatórios e 6% insatisfatórios ou maus.

Excursões: Os passeios em terra são bons para 42% dos inquiridos e satisfatórios para 34%. Só 12% dão a nota excelente, contra 10% que entendem que as excursões são insatisfatórias ou más.

Relação qualidade/preço: Mais de metade das pessoas entende que a relação qualidade/preço é boa (51%), 27% consideram-na satisfatória, 17% excelente e 6% insatisfatória ou má.

Experiência global: Mais uma vez, a maioria dos cruzeiristas atribui um bom à experiência global (53%), 31% vai mais longe e dá um excelente, 12% dá a indicação de satisfatória e 4% de insatisfatória ou má.

 

Em conclusão, os portugueses gostam de cruzeiros, não se coíbem de repetir este tipo de viagem nem se assustam com os preços. Pelo contrário, aproveitam os pacotes completos que as companhias e as agências de viagens oferecem e fazem as malas no verão para apanhar um navio… nem que seja em Veneza!

 

Tags

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!