fbpx
Costa Cruzeiros Notícias

Qual será o futuro do Costa Concordia?

Depois do trágico acidente que envolveu o Costa Concordia e que causou, até ao momento, 16 mortes, estuda-se a melhor opção para o navio: desmantelar ou reerguer.

Reerguer o navio

Esta última opção adivinha-se a mais complicada mas também a mais desejada. Segundo especialistas para reerguer o navio todas as fendas teriam que ser totalmente fechadas incluindo o rombo no casco com mais de 50m. Posteriormente seria rebocado para terra para proceder às  respectivas reparações.

Só o facto de reerguer o navio em segurança será uma enorme tarefa envolvendo bolsas de ar, a serem colocadas por baixo do navio, de modo a que se possa elevar. Por outro lado teriam que ser instalados cabos assentes em pilares, eventualmente  colocados no mar, no sentido de segurar o navio enquanto este se “levanta” à medida que são insufladas as bolsas de ar. O Costa Concordia, recorde-se, tem mais de 290 metros e um peso na ordem das 114 mil toneladas.

Esta possibilidade só será considerada se os responsáveis da companhia Costa Cruzeiros chegarem à conclusão que é viável a recuperação do navio orçado em mais de 450 milhões de euros. Todo o interior teria que ser refeito e isto inclui toda a decoração, todos os circuitos elétricos e maquinaria, já que grande parte deverá estar irremediavelmente perdida.

Por outro lado será que os passageiros estarão disponíveis para fazer um cruzeiro num navio que já teve um acidente desta ordem? São questões sem resposta imediata mas que a Costa Cruzeiros terá que tomar em breve.

Desmontar o navio

A desmontagem no local é, talvez, o cenário mais provável. O nível de danos apresentado pelo Concordia, o facto de não estar assente em solo seguro, o custo da reparação, entre outras justificações poderão levar ao seu desmantelamento e ao seu transporte, por peças, para uma sucata. As várias companhias de seguros envolvidas no processo chegarão a uma estimativa dos custos da sua reparação e depois será tomada uma decisão.

Leia também  Hilariantes! As piadas de 1 de Abril das companhias (e não só)

O facto de o navio estar assente em apenas três rochas e ao lado de um precipício de 90 metros complicará a operação de salvamento pois qualquer deslize no seu levantamento poderá empurrá-lo para o abismo de onde dificilmente sairá. As próprias condições climatéricas e do estado do mar faz com que o navio se desloque, dificultando não só os atuais esforços de resgate das pessoas desaparecidas, como também a extração do combustível ainda presente nos tanques do Costa Concordia.

Enquanto isso a indústria dos cruzeiros parece não sentir a falta de procura desta forma de férias. Há a consciência generalizada que os cruzeiros ainda são extremamente seguros e que este tipo de acidentes são muito raros. O comandante do navio, Francesco Schettino, parece ser, para já, o alvo de todas as críticas pela forma irresponsável como se aproximou da ilha de Giglio e, principalmente, como abandonou o navio não orientando toda a operação de evacuação do Costa Concordia.

Os cruzeiros continuarão a viajar por todo o mundo, e a prova disso são os  3000 passageiros a bordo do iluminado Costa Serena, que puderam ver o seu irmão gémeo Costa Concordia no seu lento processo de afundamento. O Serena, construído apenas um ano depois do Concordia, levava a sua bandeira a meia haste em sinal de luto pela tragédia recente que abalou o mundo dos cruzeiros marítimos.

 

9 Comments

Click here to post a comment
  • Na minha opinião, o navio não deveria ser desmantelado:Quando muito recupera seria o ideal e mostrar ao mundo dos cruzeiristas de que é possível transformar e dar a este navio uma oportunidade em ser melhor do que até agora.

  • Eu e meu marido fizemos um cruzeiro maravilhoso, no Costa Concórdia, em 2009 ( 7 a 14 de Agosto )no Mediterrâneo, com saída e chegada a Barcelona.
    O navio era era lindo!
    Na minha opinião, não seria bom recuperá-lo para cruzeiros.
    Teve a sua história. Pertence ao passado.
    Creio , que seria difícil haver passageiros para um navio que teve um fim tão dramático.
    A Costa Cruzeiros é um empresa ótima. Continuo a confiar nela.
    Há que averiguar o sucedido, o mais rápido posível.

  • Realmente o que ocorreu foi uma fatalidade. Eu acho um absurdo ficar dizendo sobre o acidente sem dizer sobre o ” outro lado” da moeda”. Exemplo: quantas pessoas já desfrutaram de períodos super agradáveis em uma viagem de cruzeiro? Milhôes!!!! E quantas vidas foi perdidas? Um número insignificante, não que não seja uma pena as vidas que se perderam… Conclusão é um meio de transporte mais do que seguro.
    Eu já viajei em cruzeiro e indico, é maravilhoso!!!!!

  • Eu e minha esposa já fizemos um mini-cruzeiro com o Navio COSTA SERENA em 2010, foi muito rápido apenas 4 dias mas gostamos muito e pretendemos fazer outros. O mini-cruzeiro fez Santos-Rio-Buzios-Santos, não tivemos muita sorte no que diz respeito as condições do tempo, só vimos o sol em Buzios, e de Santos para o Rio de Janeiro pegamos um temporal gigantesco que fez o Serena e suas 114 mil tons. balançar bastante, principalmente para os ocupantes da Ponte 10 onde eu estava, entretanto em nenhum momento sentimos nossa segurança ameaçada. Quanto ao destino do Concordia, acredito que uma das melhores opções fosse reformá-lo mas não para uso em cruzeiros e sim para Um navio hospital para dar atendimento em catastrofes como as vistas no Haiti e Japão. Minhas condolências aos parentes das vítimas do Concordia.

  • Eu e meu marido ja fizemos cruzeiros no COSTA SERENA E NO MSC HORQUESTRA, foram ferias maravilhosas, principalmente no COSTA SERENA que é um nvio lindissimo, foi uma fatalidade o que aconteceu ao COSTA CONCORDIA,as minhas condolencias ás familias das vitimas.

  • Ja fiz dois cruzeiros em outras 2 companhias grandes, em que os barcos ainda eram maiores e so faço em navios assim, pois acho que se sente menos, apesar de se sentir. Este ano nao farei, ate porque iria experimentar um COSTA, tenho de esquecer primeiro o que aconteceu, é muito fresco, e terei de prestar mais atençao à segurança ao que nun ca prestei.Este comandante nao bate bem, e por mim ficaria a apodrecer na prisao. Nao morreu muita gente mas poderia.Ir tao perto da ilha com um barcao daqueles?

  • Ja fiz varios cruzeitos Maravilhosos em navios de outras companhias e continuo a acreditar e tenciono voltar a fazer cruzeiros nao podemos pensar que a negligencia e incompetencia deste comandante se possa repetir dado que ha comandantes competentissimos e conscientes que poem a seguranca dos passageiros em primeiro ligar em vez de se divertirem com tripulacoes e passageiros.as companhias terao que ter mais cuidado nas suas escolhas de tripul

  • Numa epoca onde o trabalho começa a ser uma raridade nada melhor k desmantelar o navio,e começar ja na proxima encomenda,muitas familias de certo ficarao agradecidas.

  • Foi uma fatalidade para o mundo inteiro,e principalmente quem tinha parente que tava la………e um maravilhoso navio que pena que a viagem terminou(…)meus sinceros sentimento aos familiares das vitimas

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!