fbpx
Notícias

Porto de Lisboa com o melhor ano de sempre nos cruzeiros

Porto de Lisboa com o melhor ano de sempre nos cruzeiros

Em 2023, o Porto de Lisboa registou uma subida de 8,7% nas escalas de navios de carga – 2045 escalas -, que movimentaram 11 milhões de toneladas, e mais 6% nas escalas de cruzeiros, que movimentaram o valor recorde de 758 328 passageiros.

Nos cruzeiros, 2023 foi o melhor ano de sempre, tanto em número de passageiros como em escalas. Superou-se pela primeira vez a barreira dos 700 mil passageiros (758 328), o que significou um crescimento de 54% face a 2022, ultrapassando o anterior recorde que datava 2018, ano que registou 577 603 passageiros de cruzeiro.

Nas escalas o recorde fixa-se agora nas 347, mais 20 do que em 2022. Também as escalas em turnaround registaram um novo recorde, 107, ultrapassando o máximo absoluto das 103 escalas contabilizadas no período homólogo.

Do total de passageiros, 204 mil são do segmento turnaround, ou seja, de cruzeiros que têm embarque e/ou desembarque no terminal de cruzeiros da capital portuguesa. Este número representa um aumento de 131% neste segmento. Destaque para a maior operação de sempre de turnaround no Porto de Lisboa, a 30 de julho, com a movimentação de 9 163 passageiros, dos quais 4 476 embarcados e 4 687 desembarcados.

Leia também  MSC Foundation esteve na Monaco Ocean Week para falar da conservação dos oceanos

Principais mercados emissores nos cruzeiros

Em 2023, a Europa manteve-se o principal mercado emissor de passageiros de cruzeiros para Lisboa, com o Reino Unido a liderar, representando 38% do total. Os EUA superaram a Alemanha, agora em segundo lugar, com um aumento de 116% nos passageiros, representando 20% do total. A Alemanha apesar do crescimento de 14% caiu para o terceiro lugar com 15%. O Canadá e Portugal ocupam, respetivamente, o quarto e quinto lugares, com aumentos significativos nos números de passageiros (+172% e + 88%) face ao ano anterior.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!