Home Notícias O fim de Veneza como a conhecemos: Canal Vittorio Emanuele será a alternativa mais viável
O fim de Veneza como a conhecemos: Canal Vittorio Emanuele será a alternativa mais viável

O fim de Veneza como a conhecemos: Canal Vittorio Emanuele será a alternativa mais viável

847
0

A CLIA (Associação Internacional de Companhias de Cruzeiro, na sua sigla em inglês) reagiu positivamente ao comunicado do presidente da câmara de Veneza, que solicitou uma solução urgente que permita aos navios de cruzeiro entrarem no Terminal de Cruzeiros através de uma rota alternativa ao Canal Giudecca.

A associação reconhece que a solução é partilhada por muitas entidades da região e também pelo governo italiano.

Veja aqui os atuais Cruzeiros desde Veneza

As companhias integrantes da CLIA têm participado activamente na discussão sobre a utilização do Canal Vittorio Emanuele, através de simulações e estudos de impacto que resultou na recomendação da Comitatone, um comité interministerial para a planificação e execução de rotas alternativas ao Canal Giudecca.

A CLIA apela a todas as partes no sentido de chegar a um entendimento final para o início dos trabalhos de drenagem do Canal Vittorio Emanuele que permitirá a passagem dos grandes navios de cruzeiro.

Os navios de cruzeiro são uma constante em Veneza (MSC Preziosa)

Adam Goldstein, chairman da CLIA, afirmou que “a indústria dos cruzeiros tem trabalhado afincadamente com o presidente da câmara de Veneza, com as autoridades portuárias locais, entre outras, na busca por soluções viáveis que permitam o acesso de grandes navios de cruzeiro ao Terminal de Cruzeiros, sem transitar pelo Canal Giudecca.”

Estamos de acordo com a solução proposta pelo comité em 2018 para a utilização do Canal Vittorio Emanuele, como sendo a melhor e mais prudente solução para a passagem dos navios de cruzeiro. A CLIA aplaude e apoia a implementação urgente desta solução.”, disse Adam Goldstein.

O assunto voltou à actualidade após um navio de cruzeiro chocar com o cais e abalroando outro navio mais pequeno nas imediações da praça de São Marcos, em pleno Canal Guidecca. Testemunhas no local confirmam que o navio estava a ser rebocado e que uma das cordas de apoio rebentou, causando o desvio do navio. Recorde-se que este canal já é limitado a navios de cruzeiro até 96.000 toneladas.

Fontes governamentais adiantaram que a solução para desviar os navios de cruzeiro do Canal Guidecca está a ser concluída, mas não adiantaram mais pormenores. A solução mais rápida seria a proposta de passagem pelo Canal Vittorio Emanuele, contornando assim o Canal Guidecca, em direção ao Terminal de Cruzeiros. Outra das soluções avançadas é a utilização do mesmo canal mas como rota para um novo terminal, a construir em Marghera, fora da ilha de Veneza, com um prazo estimado de construção de quatro anos.

 

(847)

Booking.com
tags:
Nuno Ribeiro Nuno Ribeiro é fundador e editor do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.