Notícias Princess Cruises

Náufrago que Star Princess não ajudou vai processar a companhia

Um grupo de 3 pescadores saiu para a pesca a 24 de Fevereiro e teve a infelicidade de o seu motor ter avariado e ficaram à deriva. Como se isso não fosse o suficiente, os três jovens estiveram 16 dias sem qualquer navio a passar junto de si. Nesse mesmo dia avistaram ao longe o Star Princess e achavam que a sorte lhes tinha sorrido, com a possibilidade de salvamento por parte do cruzeiro, infelizmente o mesmo não aconteceu e a desgraça começou aqui.

Depois de tantos dias à deriva, com a inexistência de alimentos e mesmo água potável, era de esperar que os jovens pescadores sentissem dificuldades enormes em se manter vivos, porém o jovem Adrian de 18 anos conseguiu sobreviver e depois de muitas buscas e após 28 dias à deriva em alto mar, foi salvo e encontra-se neste momento em recuperação emocional e física.

Depois de ter sido salvo a mais de 600 milhas do local onde saiu para um momento de pesca, Adrian pediu encarecidamente para fazer dois telefonemas rápidos, um para a mãe que se encontrava já em grande desgosto emocional e outro para o dono do Hotel onde se encontrava a trabalhar em part-time, dando explicações da razão do porquê ter faltado ao trabalho.

De acordo com a legislação internacional a que os cruzeiros estão também obrigados a cumprir, a tripulação do cruzeiro era obrigada a ajudar os pescadores que se encontravam à deriva e numa situação extremamente debilitada. Por isso, um processo judicial foi intentado no tribunal da Florida, a pedido do advogado do único sobrevivente da tripulação do pequeno barco pesqueiro. Estão também implicadas duas testemunhas que asseguram ter avistado os náufragos e afirmam ter tentado avisar os responsáveis pelo Star Princess para darem a devida ajuda.

Leia também  Parece incrível mas Royal Caribbean e Carnival anunciam reservas recorde em mais e 50 anos

Este será um processo que poderá levar imensos meses até ser concluído, porém com os testemunhos desses dois passageiros, a descrição feita por um blogger com indicação de uma fotografia tirada dentro do próprio cruzeiro, o advogado de Adrian espera que tudo se resolva rapidamente e pelo melhor, não só pelo seu cliente mas também pelos dois pescadores que sucumbiram durante o acidente.

Precisa de Aconselhamento? Sugestões de Itinerários? Dicas sobre Navios? Nós ajudamos!