MSC Cruzeiros

MSC Cruzeiros chega a acordo com a TOTAL para fornecer GNL aos navios de nova geração

A MSC Cruzeiros e a Total anunciaram recentemente um contrato de fornecimento de aproximadamente 45.000 toneladas por ano de Gás Natural Liquefeito (LNG) para os próximos navios de cruzeiro movidos a GNL da MSC Cruzeiros.

Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises afirmou: “Este acordo representa mais um passo na nossa caminhada em direção à redução contínua do impacto ambiental, no qual o LNG é, neste momento, um componente crucial. À medida que nos preparamos para inaugurar em 2022 o nosso primeiro de três navios de cruzeiro movidos a LNG, por intermédio deste acordo fundamental, garantimos agora o suporte para o reabastecimento dos nossos navios de última geração e ambientalmente mais avançados no Mediterrâneo.”

Utilizado como combustível naval, o LNG reduz consideravelmente as emissões nos navios, resultando numa melhoria significativa na qualidade do ar, em particular para as comunidades situadas em áreas costeiras e cidades portuárias. Este acordo tem, portanto, um impacto positivo não só no local onde terá lugar o abastecimento de LNG, em Marselha, mas, também, em todos os portos onde os navios de cruzeiro farão as suas futuras escalas na zona do Mediterrâneo.

Os navios movidos a GNL da MSC Cruzeiros estarão entre os navios de cruzeiro mais avançados tecnologicamente no mundo, trazendo uma gama de inovações ambientais para o mercado. O principal de entre estes é um projeto tecnológico de célula de combustível de óxido sólido movido a LNG de 50 quilowatts que beneficia potencialmente a redução das emissões de gases de efeito estufa em mais 25% quando comparado com um motor convencional de LNG.

A Total irá abastecer os navios de cruzeiro movidos a LNG da MSC Cruzeiros que navegam nas rotas do Mediterrâneo através do abastecimento de navio para navio, utilizando o seu segundo navio de abastecimento de LNG que se encontra de momento em construção. Esta embarcação atenderá aos mais elevados padrões tecnológicos e ambientais, usando o próprio LNG como combustível de propulsão e integrando uma re-liquefação completa do gás vaporizado.

Leia também  Este é o Navio do momento... e tem um Itinerário de 23 noites por menos de mil euros (com embarque em Lisboa)

LNG como combustível naval

O LNG como combustível naval ganhou impulso positivo à medida que a indústria global de transporte marítimo se tenta adaptar a padrões de emissões mais rígidos. Utilizado como combustível naval, o LNG ajuda na redução:

  • Emissões de enxofre em 99%
  • Emissões de partículas finas em 99%,
  • Emissões de óxido de nitrogénio em até 85%,
  • Emissões de gases de efeito estufa em cerca de 20%.

O LNG representa uma solução válida e competitiva que contribui para a estratégia a longo prazo da Organização Marítima Internacional (IMO) para a redução das emissões de gases de efeito estufa em navios.

O impulso no desenvolvimento da infraestrutura de abastecimento de LNG, teve como consequência a expansão em vários dos principais portos e fornecedores de abastecimento de LNG, que estabeleceram iniciativas importantes e fizeram progressos significativos no reforço destes desenvolvimentos. O LNG como combustível naval, e estabelece também a base para a introdução de um bioLNG mais ecológico no futuro.

 

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply