fbpx
MSC Cruzeiros Notícias

Líbia quer MSC Preziosa "de volta"

Dias depois da inauguração do MSC Preziosa, um dos navios mais falados do momento, foi publicada uma nota pela Líbia que referia que o navio, ou pelo menos o casco, teria sido adquirido pela companhia de forma ilegal.

Esta nota informava que o MSC Preziosa tinha sido mandado construir pela Líbia, pela família de Muammar Khadafi, na altura com o nome de Phoenicia. O navio em questão teve um investimento de cerca de 500 milhões de dólares, porém com a revolução e com a queda do regime, os pagamentos não foram respeitados, fazendo assim com que a encomenda tenha ficado a meio, nos estaleiros STX Europe.

O contrato inicial foi assinado em Julho de 2010, porém com a falta de pagamentos, a sua construção ficou estagnada e sem interesse para a família de Khadafi. A MSC Cruzeiros interessou-se pelo navio, a meio da sua construção, adquirindo-o aos estaleiros por um valor total de 760 milhões de dólares.

Posteriormente a companhia acabou por avançar com a construção e dando-lhe o nome actual, MSC Preziosa. Contudo, esta nota revelada recentemente informa que possivelmente a Líbia estará novamente interessada no navio e dando a indicação que a venda pode ter sido feita de forma ilegal, e pondera a aquisição do navio de volta.

Leia também  A MSC Cruzeiros tem várias ofertas para o Dia dos Namorados

Ainda não existe declarações oficiais por parte das autoridades líbias.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!