Costa Cruzeiros Entrevistas

Henrique Mateus: “Estamos a avaliar a possibilidade de ter mais partidas de Lisboa”

Henrique Mateus, Sales Manager, Costa Cruzeiros

Na sequência do impacto da pandemia no setor, o Blog dos Cruzeiros conduziu algumas entrevistas com os representantes das companhias  em Portugal.

Pode ver aqui a conversa com Francisco Teixeira, CEO da Melair, que representa no país a Royal Caribbean e a Celebrity Cruises, com Eduardo Cabrita, diretor-geral da MSC Cruzeiros, e com Fernando Santos, da responsável máximo da GlobalSea, agência especializada no Turismo de Cruzeiros.

Hoje publicamos a entrevista com Henrique Mateus, Sales Manager da Costa Cruzeiros em Portugal, centrada no “choque” que foi a Covid-19 mas também na retoma das operações da companhia e nas medidas que serão implementadas nos próximos meses.

1) Como estão a lidar com o impacto nas reservas? Os clientes preferem adiar para uma data posterior ou, pelo contrário, estão a cancelar e preferem outro tipo de produto?

Os nossos clientes estão maioritariamente a adiar para uma data posterior, uma vez que valorizam muito as vantagens de segurança oferecidas por um cruzeiro com a Costa (protocolos de segurança exaustivos, teste de pré-embarque gratuito, distanciamento social a bordo, excursões em bolha 100% controladas, PCR a bordo, se necessário para o regresso). E também anseiam por viver a maravilha de explorar novos destinos diferentes na mesma semana. Por estas razões preferem fazer o cruzeiro mais tarde do que não o fazer.

2) Como é que estão a correr as vendas para 2022? Estão a notar uma tendência dos consumidores para ‘saltar’ 2021 e preferirem a segurança de uma reserva a longo prazo?

Estamos a ter um bom impulso de vendas para 2022, devido também aos novos “Grandes Cruzeiros”, por exemplo, com o Costa Luminosa de e para Buenos Aires durante 45 dias. Mas também estamos a receber reservas para 2021 principalmente para o Costa Smeralda e o Pacifica no Mediterrâneo Ocidental, Costa Magica nas Ilhas Gregas e Costa Fortuna no Norte da Europa, para além da procura que temos para o “Grande Cruzeiro” com o novo Costa Firenze a 15 de outubro de 2021, de Barcelona aos Emirados Árabes Unidos. Outro produto com bastante procura para o outono de 2021 são as partidas de Lisboa com o Costa Fascinosa, de setembro a novembro, este ano com a novidade de visitarmos Gibraltar e Cartagena (partida de 28/10).

3) A higiene a bordo é, como sabemos, um dos fatores mais importantes no controlo de doenças infeciosas a bordo. Qual é exatamente o Protocolo de Segurança da Costa? Quais são os requisitos para embarcar? Como são tratadas as excursões?

A Costa Cruzeiros criou em 2020 um Protocolo de Segurança abrangente que tem sido implementado com sucesso em Itália desde 6 de setembro, com testes de antigénios ao embarcar, distância de segurança a bordo, excursões em bolha completamente seguras e controladas, teste PCR a bordo para cidadãos que precisam de um PCR para reentrar no seu país de origem… entre muitos outros elementos. Queremos dar toda a segurança necessária a todos os Agentes de Viagens e clientes. E, como digo, temos vindo a implementá-lo com sucesso desde 6 de setembro.

O protocolo é constantemente revisto e abrange todos os aspetos da experiência de cruzeiro de passageiros e tripulação, tanto a bordo como em terra. E eu gostaria de destacar dois elementos.

Um deles é que ninguém pode embarcar se não testar negativo no teste de antigénio (gratuito) que realizamos a todos os passageiros e tripulantes no momento do embarque. Se alguém deu positivo, faz um PCR e se voltar a dar positivo não poderá embarcar. Isto é muito importante para umas férias seguras, todas as pessoas a bordo foram testadas recentemente, pouco antes de começar as suas férias.

Leia também  Costa Firenze chega a Barcelona (é o quarto navio da Costa Cruzeiros a retomar os itinerários)

E outro elemento-chave dos Protocolos são excursões em bolhas. Com este sistema garantimos que os nossos clientes podem confortavelmente descobrir um destino sem qualquer interação com as pessoas em terra. Desta forma, protegemos os nossos passageiros mesmo quando não estão a bordo, e também protegemos a população no destino.

Estes dois elementos parecem-me muito importantes, porque não há muitas outras formas de passar umas férias seguras em que irão testá-lo antes de começar e mantê-lo protegido ao máximo em todos os momentos graças ao sistema de bolhas.

4) É possível que a médio prazo os clientes Costa tenham que viajar vacinados?

As várias vacinas estão a abrir uma porta de esperança para todos nós como cidadãos. A Costa Cruzeiros está a analisar cuidadosamente as diferentes vacinas e a taxa de vacinação em cada país, mas até ao momento não foi tomada nenhuma decisão sobre esta matéria.

Costa Smeralda

5) O Costa Smeralda tem previsto reiniciar a sua atividade a 27 de março, por enquanto apenas em portos italianos. Como estão as negociações com Espanha e França portos essenciais para o reinício das operações no Mediterrâneo?

Na Costa estamos a trabalhar e em constante contacto com as autoridades nacionais e regionais espanholas e francesas para poder reiniciar a atividade nos seus portos assim que for o momento adequado.

6) A Costa lançou recentemente o “Produto Ibérico” com o foco nos passageiros portugueses e espanhóis. O que podem esperar os portugueses em termos de gastronomia, entretenimento e atenção em português?

Efetivamente, a Costa está a dar passos muito importantes para responder às necessidades dos passageiros portugueses e espanhóis, e continuará a trabalhar nela. A gastronomia é agora ainda mais mediterrânica, o entretenimento ocorre sempre em várias línguas, dependendo do número de passageiros, bem como do número de pessoas a bordo que falam português.

7) Os portugueses terão em 2021 várias opções para itinerários com partida e chegada a Lisboa, e é uma notícia muito boa. A Costa Cruzeiros vai manter a operação na capital com o Costa Fascinosa: como é que está a ser recebido pelos portugueses? Há planos para manter a operação em 2022?

As partidas de Lisboa têm sempre muita procura, são uma excelente alternativa para aqueles clientes que não pretendem utilizar o avião e preferem partir e chegar desde “casa”. Em abril teremos disponível toda a temporada de 2022, estamos a avaliar a possibilidade de ter mais partidas de Lisboa e continuaremos a ter ligações aéreas para quase todos os portos de embarque.

Costa Fascinosa

8) Quais as perspetivas da Costa para daqui a 5 anos? Com mais portugueses a bordo?

A Costa cruzeiros tem vindo a reforçar o seu compromisso com o mercado português, fortalecendo a nossa relação com os agentes de viagem, mantendo ativa a sua presença com uma constante atualização através de phone visits e webinars, aumentando as partidas desde Portugal, adaptando o nosso produto ao gosto dos portugueses, viajando sem surpresas com o “SUPER TUDO INCLUÍDO”, melhorando as acessibilidade através da conetividade desde os principais aeroportos portugueses a praticamente todos os portos de embarque, aumentando a nossa frota com mais três navios novos (Costa Smeralda, Costa Firenze e Costa Toscana), tudo isto resultará seguramente num maior número de passageiros portugueses.

O que pretendemos é “posicionar a Costa Cruzeiros como a companhia com a melhor relação qualidade/preço”.

1 Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply