fbpx
Notícias

Furacão Harvey obriga 20.000 passageiros a ficar no mar (Liberty of the Seas desviado para Miami)

Carnival Breeze

Quatro navios de cruzeiro que transportavam cerca de 20.000 passageiros permaneceram retidos no mar durante o dia de domingo, devido aos ventos fortes, chuvas torrenciais e inundações que continuavam a devastar a costa sul do Texas.

Harvey é muito mais do que um simples furacão, acabou por se apresentar como uma verdadeira tempestade que destruiu diversas cidades com inundações catastróficas, incluindo Galveston  e Houston.

Os quatro navios de cruzeiros são a grande prioridade neste momento” afirma Peter Simons, diretor provisório do Porto.

[xtopic title=”Tome Nota” layout=”1″ alignment=”left” ids=”17877″]

Segundo um funcionário da área das comunicações, o Liberty of the Seas – um dos navios que faz parte da frota da companhia Royal Caribbean –  foi redireccionado para Miami na Florida.

No total são 4.451 passageiros que estão retidos a bordo do navio enquanto este não chega ao porto da Florida. Contudo, a companhia dá luz verde para que este navio retorne a Galveston e claro, se as condições forem favoráveis e se tudo correr como previsto, o Liberty of the Seas  poderá voltar a Galveston a 1 de Setembro.

O chefe do departamento de comunicação da Royal Caribbean afirma: “Estamos a fazer tudo o que podemos para ajudar os hóspedes a bordo deste navio para que não sintam tanto os distúrbios desta viagem e para que mantenham a calma num momento tão stressante como este”.

A Royal Caribbean diz que este é o único navio da companhia que está preso no mar devido ao furacão Harvey e que o próximo itinerário do navio a 27 de Agosto de 2017 está cancelado, sendo que todos os passageiros que tencionavam embarcar neste navio serão reembolsados.

Leia também  Abu Dhabi, Dubai e Doha no TOP 5 das cidades mais seguras para os turistas

De acordo com a polícia local de Galveston, no Texas, as autoridades esperam que os navios não regressem ao porto enquanto ainda existirem inundações. Muitas estradas de Galveston estão cortadas, os passageiros não poderão sair e muitos carros destes passageiros estão presos nos parques do terminal de cruzeiros, com acessos condicionados devido às inundações.

A polícia defende que seria um cenário terrível levar os milhares de passageiros de cruzeiros para a cidade e não conseguir desviá-los das áreas mais perigosas.

Contudo, as pessoas que previam entrar nos cruzeiros – alguns pertencentes ao Texas, outros fora do estado – estão de momento em Galveston à espera de informação, sem saberem se os cruzeiros vão realmente ser cancelados ou se devem tentar ir para casa.

O porto de Galveston, local onde começaram e termina alguns itinerários de navios da Carnival, foi fechado por causa do furacão Harvey.

A tempestade também forçou a Guarda Costeira dos EUA a fechar vários portos ao longo da costa do Texas, incluindo Houston, Galveston, Texas City, Freeport e Corpus Christi.

Outros cruzeiros como o Carnival Freedom e o Carnival Valor que no sábado estavam no mar longe do perigo, pararam brevemente em Nova Orleans.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!