fbpx
Costa Cruzeiros Notícias

Encontrada testemunha-chave do caso Costa Concordia

O acidente do Costa Concordia, que aconteceu em Janeiro de 2012 ainda hoje, dois anos mais tarde, continua a encher as capas dos jornais e a correr muita tinta por essa imprensa fora. Agora, num momento em que o julgamento de Francesco Schettino, o capitão do navio, está em curso, aconteceu uma reviravolta que poderá muito bem dar outro rumo a todo este processo.

Depois de um longo período de buscas, foi encontrado o timoneiro indonésio do navio, Rusli Bin, sendo que este será chamado a depor no processo nos próximos dias. O capitão do navio tinha responsabilizado o timoneiro da tragédia, pois seria este a encontrar-se ao leme do navio no momento da tragédia, afirmando ainda que Rusil Bin não teria seguido correctamente uma ordem que este lhe tinha dado.

Rusli Bin foi encontrado em Jacarta, na Indonésia, pela Interpol, sendo automaticamente notificado, contudo este poderá decidir ainda se vai ou não viajar para testemunhar no processo. Rusli Bin  já foi condenado em Julho do ano passado a um ano e oito meses de prisão, por homicídio culposo, entre outras acusações.

O processo contra o comandante foi retomado em Grosseto, no passado dia 14 de Abril. Alem disso, há outra testemunha que está prevista a sua interacção, Roberto Ferranini, que trabalhou no momento da crise para a própria Costa Cruzeiros e ainda foi quem tomou a chamada de emergência do navio naquela noite de tragédia.

Leia também  Abu Dhabi, Dubai e Doha no TOP 5 das cidades mais seguras para os turistas

1 Comment

Click here to post a comment
  • O que uma pessoa tem na cabeça em pegar um navio de 1 bilhão e levá-lo a bel prazer para onde quer ir?

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!