Notícias

Cruzeiros passam por uma fase de maré baixa

Apesar da indústria dos cruzeiros estar a passar completamente ao lado da crise, no que diz respeito à costa brasileira, as companhias estão a reduzir o número de transatlânticos disponíveis, assim como o número de cabines.

Depois de ter ocorrido um crescimento exponencial no mercado brasileiro de cruzeiros, com principal destaque para os números da temporada 2011/2012, com 17 navios disponibilizados por toda a costa brasileira, a oferta está em queda e bastante notada. Assim, na próxima temporada, de Abril a Novembro de 2014, a costa brasileira vai apenas contar com 12 transatlânticos em suas águas, ou seja, comparativamente a queda é de 12,33%.

Esta queda deve-se essencialmente à falta de infra-estruturas portuárias e ainda aos altos custos de operação no interior dos portos brasileiros, levando assim a que as companhias evitem estes destinos para as suas viagens e aproveitando outros destinos que estão em crescimento, como é o caso de Buenos Aires, por exemplo.

É importante ainda mencionar que no que diz respeito aos preços das reservas, nos últimos 5 anos, estes sofreram um aumento de mais de 107%, já que na temporada de 2008/2009, um cruzeiro de 4 noites tinha o preço de $289, enquanto que actualmente o mesmo cruzeiro tem o custo de $622, sendo bastante perceptível o aumento sofrido.

Estas situações específicas levam a uma diminuição de interesse por parte dos turistas relativamente aos cruzeiros na costa brasileira, sendo estes igualmente procurados por turistas de todo o mundo, estão agora numa situação extremamente complicada e necessitando de ajustes para voltarem à maré alta que tanto anseiam.

Leia também  Itália acaba com os navios de cruzeiro em Veneza (já a partir de Agosto)
-->

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply

Mais Lidos

Últimos Artigos