Home Notícias Cruzeiros em 2019: 11 Tendências e Expectativas
Cruzeiros em 2019: 11 Tendências e Expectativas

Cruzeiros em 2019: 11 Tendências e Expectativas

659
0

Em 2019, cerca de 30 milhões de pessoas viajarão a bordo de navios de cruzeiro, segundo a CLIA International (Associação Internacional de Companhias de Cruzeiro). Mas as suas expectativas não são iguais às das temporadas anteriores. E as companhias de navegação sabem isso…

A CLIA International divulgou um relatório sobre as tendências e expectativas da indústria de cruzeiros para 2019. Entre as conclusões estão algumas que podem ser surpreendentes.

Os primeiros dados são a expectativa de que cerca de 30 milhões de pessoas viajem este ano, o que representa uma subida de cerca de 6% face a 2018. O relatório, intitulado ‘2019 State of the Industry Outlook Cruise‘, também oferece uma visão geral das tendências que poderiam influenciar significativamente o perfil da oferta de cruzeiros para este ano e que, ao mesmo tempo, também teria o potencial de impulsionar o crescimento das companhias de navegação no futuro

11 Tendências e Expectativas

As tendências que a pesquisa de mercado da CLIA identificou para 2019 incluem onze pontos que as companhias de navegação e agentes de viagens deverão ter em mente:

1. Viagens ‘Instagrameables’: Atualmente, é publicado no Instagram – uma das redes sociais mais populares do mundo – uma média diária de cerca de 351 milhões de posts com a tag #travel. E agora que os hóspedes a bordo de navios de cruzeiro se podem conectar a redes diretamente dos seus dispositivos a bordo dos cruzeiros, as experiências são facilmente compartilhadas entre milhares de usuários.

2. Bem-estar: Um dos desejos mais importantes dos turistas atuais é aliviar o stress da vida diária. Consistentemente, mais e mais linhas de cruzeiro oferecem atividades que tendem ao bem-estar, como mais e melhores tratamentos de spa, refeições saudáveis ​​e o que há de mais moderno em preparação física.

3. Conhecimento mais do que experiência: As expectativas do passageiro de cruzeiro evoluíram. Atualmente, tem como objetivo obter experiências imersivas e culturais que lhe permita ir além da tradicional excursão turística. Os viajantes de cruzeiros são agora muito mais orientados para os destinos, e as empresas de navegação esforçam-se para oferecer excursões em terra e atividades a bordo capazes de satisfazer essa procura.

4. Tecnologia a bordo: As companhias de cruzeiro começaram a oferecer dispositivos tecnológicos portáteis em forma de porta-chaves, colares ou pulseiras, a fim de oferecer aos seus hóspedes uma viagem altamente personalizada, tanto a bordo do navio como em terra.

5. Viagem Sustentável: Atualmente, o pessoal valoriza a possibilidade de viajar de forma mais consciente e responsável. Ao mesmo tempo, as companhias de navegação e os seus agentes trabalham cada vez mais com as comunidades locais para ajudar a preservar a sua herança e implementar inovações que reduzem a pegada ambiental dos seus navios e passageiros. A indústria de cruzeiros também colabora com os destinos para que os benefícios da sua atividade realmente impactem as economias locais, na preservação das suas culturas e atrações locais.

6. Destinos Exóticos: O acesso a destinos não convencionais é o novo paradigma do luxo. Agora os viajantes querem conhecer regiões remotas, como as Ilhas Galápagos e a Antártida. As companhias de navegação detectaram esta aspiração e procuram disponibilizar este tipo de destinos.

7. O ‘Z Generation’ Como Prospect: a geração nascida entre meados dos anos 90 e meados de 2000 integra a maior parte dos consumidores nos próximos dois anos que, como os ‘Millennials’, priorizam as experiências reais. Transpondo esta premissa para a atividade de navios de cruzeiro, a possibilidade de visitar múltiplos destinos e também de desfrutar de experiências originais a bordo, ajuda a levar esta nova geração aos cruzeiros.

8. Fora da temporada: os cruzeiros oferecem cada vez mais a oportunidade de viver experiências únicas na vida durante os meses que até agora são considerados fora de época, normalmente os mais frios do ano. Por exemplo, viagens para ver as auroras boreais, visitar colónias de pinguins ou os mercados de Natal da Europa.

9. Trabalho nómada: Mais e mais pessoas combinam trabalho com lazer, e é uma tendência global que não passou despercebida pelas companhias de navegação. Como resultado, eles oferecem cada vez mais acesso Wi-Fi gratuito para que os hóspedes possam acompanhar o trabalho durante suas férias.

10. Elas e os cruzeiros: as estatísticas indicam que o número de passageiros de cruzeiros está a aumentar; assim, as linhas de cruzeiro começaram a criar itinerários para conectar mulheres com outras mulheres. Alguns até incluem excursões que visitam monumentos e locais relevantes para o movimento feminista.

11. Solos & Solas: Enquanto a pesquisa do Google informa de um aumento nas pesquisas por “viagem a solo” e “viagem solitária”, os cruzeiros oferecem a estrutura perfeita para as pessoas viajarem sozinhas sem se preocuparem com a sua segurança ou outros detalhes.

(659)

Booking.com
Nuno Ribeiro Nuno Ribeiro é fundador e editor do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.