fbpx
Artigos

Cruzeiros: 10 Destinos de Exceção – Austrália e Nova Zelândia (Parte 10)

Localizadas na parte inferior do Hemisfério Sul, a Austrália e a Nova Zelândia oferecem aos viajantes ocidentais uma experiência familiar e diferente – uma pronúncia de inglês diferente misturada com elementos da cultura Maori e Aborígene, no meio de paisagens deslumbrantes e de uma vida selvagem que parecem retiradas de um livro de fantasia.

A escolha para um itinerário maravilhoso é de 12 ou 14 noites que navegue entre Sydney e Auckland visitando portos da Nova Zelândia como Tauranga, Christchurch e Dunedin, cruzando o Fiordland National Park ou a Baía das Ilhas e visitando os portos Australianos de Melbourne e Hobart (Tasmânia) ou portos adicionais da Nova Zelândia, como Napier e Wellington.

Sydney, a capital da Austrália, é um dos portos mais impressionantes do mundo, com a famosa Sydney Opera House e a Harbour Bridge como enquadramento de um dos seus dois portos de cruzeiro. Para ter uma vista da cidade de um estágio superior, pode subir até o topo dos arcos clássicos da ponte de aço. Para uma vista inferior, o Aquário de Sydney da Grande Barreira de Corais (Sydney Aquarium’s Great Barrier Reef) mostra-nos o mais próximo que vamos chegar a esse marco do norte da Austrália.

Austrália e Nova Zelândia

A Nova Zelândia, um dos países mais espectaculares e bonitos do mundo, é especialmente propício para fazer um cruzeiro, já que não existe parte alguma do país a mais de 127 quilómetros do mar. Em Tauranga, um movimentado centro urbano com praia, pode alugar um carro e dirigir-se às explorações de ovinos, passando pelas colinas até Rotorua, cidade natal do zorbing, um desporto em que vai rolar por um monte cheio de relva abaixo dentro de uma bola de plástico gigante.

Na ilha sul da Nova Zelândia, Christchurch é a cidade mais inglesa da Nova Zelândia, cheia de parques e reservas públicas e verdejantes. A região de Canterbury é a quarta maior região vinícola da Nova Zelândia. Dunedin é uma cidade universitária com uma forte herança escocesa, uma paisagem espectacular, edifícios Vitorianos e Eduardianos muito bem conservados e a única colónia continental do mundo de albatrozes. Fiordland National Park oferece montanhas cobertas de neve, pastos verdes, rios com gelo e vida marinha abundante.

Leia também  Os 5 Novos Navios de Cruzeiro mais Excitantes de 2024

A melhor época para fazer um cruzeiro: A temporada de cruzeiros vai de Outubro a Março, que é o Verão e início do Outono no hemisfério sul.

Companhias de Cruzeiro: A Princess e a P&O Austrália são as linhas de cruzeiro de excelência para efectuar cruzeiros na Austrália e na Nova Zelândia. Os cruzeiros de 12 noites da Princess de ida e volta a Sydney concentram-se quase exclusivamente nos portos da Nova Zelândia, enquanto o que sai de Sydney e navega até Auckland abrange uma mistura de portos da Austrália e da Nova Zelândia. Em Fevereiro de 2012, o Queen Mary 2 da Cunard navegará durante 22 noites numa Real Circum-navegação da Austrália (Royal Circumnavigation of Australia), visitando os portos em cinco estados do país e ainda portos do Território do Norte.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!