Home Cruzeiros de Luxo Cruzeiro de Luxo: A nossa Experiência no Yacht Club do MSC Fantasia (reportagem, fotos e videos)
Cruzeiro de Luxo: A nossa Experiência no Yacht Club do MSC Fantasia (reportagem, fotos e videos)

Cruzeiro de Luxo: A nossa Experiência no Yacht Club do MSC Fantasia (reportagem, fotos e videos)

1.39K
1

Era para ser mais um cruzeiro super excitante de fim de temporada. Outubro, onde o tempo é mais ameno no Mediterrâneo, onde o calor do pico do verão já lá vai e a chuva e o frio do inverno ainda estão longe. E de facto assim foi: bom tempo em quase toda a semana fez deste cruzeiro umas férias perfeitas de descanso e passeio.

Mas não foi só pelas condições climatéricas que este cruzeiro superou as nossas expectativas. Claro que um navio da classe Fantasia (tal como o Splendida, o Divina ou o Preziosa) ajuda, e muito, com as suas valências, entretenimento, actividades e espectáculos, mas foi, sobretudo, o serviço personalizado, exclusivo e atencioso do MSC Yacht Club, da MSC Cruzeiros, que fez deste cruzeiro algo só possível em companhias de luxo como a Silversea, a Regent ou a Crystal.

O Yacht Club é um mundo à parte dentro do MSC Fantasia. Literalmente. Com recepção própria, camarotes, restaurantes, bares, piscinas, entre outros, aliados ao serviço de camareiros e mordomos que estão sempre disponíveis para que as nossas férias sejam isso mesmo, férias despreocupadas com o máximo conforto. Uma experiência luxuosa e atenta aos detalhes.

A escolha do Itinerário

MSC Fantasia
MSC Fantasia

Optamos no início de Outubro pela reserva do itinerário de 8 dias desde Veneza por uma razão muito simples. Queríamos experienciar sair e chegar a Veneza num cruzeiro antes que as autoridades italianas proibissem o tráfego pelos canais a navios com mais de 96 mil toneladas. Unanimamente reconhecida com uma das mais bonitas cidades do mundo tem também uma das saídas (e chegadas) mais belas que se pode fazer num navio de cruzeiro.

O itinerário foi decidido em função do navio e dos portos de escala. Foram três as alternativas que tivemos em consideração: Costa Fascinosa, com escalas em Bari, Corfu, Mykonos, Santorini e Dubrovnik; Norwegian Jade com visitas a Corfu, Santorini, Mykonos e Katakolon; e MSC Fantasia com passagens por Bari, Katakolon, Santorini, Atenas, Corfu e Dubrovnik.

Todos eram excelentes itinerários mas dois factores levaram-nos para a escolha da MSC Cruzeiros: a escala em Atenas (falhada, mais sobre isto em baixo) e o navio, o MSC Fantasia.

A nossa janela de oportunidade apontava para três domingos de Outubro mas marcar em cima da hora revelou-se muito difícil. Os lugares esgotavam-se rapidamente. Foi nessa altura que decidimos falar com a GlobalSea Travel, do nosso amigo Fernando Santos, especialistas em cruzeiros, para tratar da reserva logo que fosse possível. Felizmente a agência tratou de tudo e em pouco tempo reservou camarote, voos, hóteis (em Veneza e em Lisboa) e ainda excursões em terra.

Ah Veneza…

Veneza, Itália
Gôndolas em Veneza
Veneza, ItáliaVeneza, ItáliaVeneza, ItáliaVeneza, ItáliaVeneza, ItáliaVeneza, ItáliaVeneza, Itália

Chegados ao aeroporto Marco Polo, em Veneza, seguimos no Alilaguna, um pequeno barco-taxi, directamente para a praça de S. Marcos. Julgamos ser a forma mais bonita e económica de nos deslocarmos em Veneza. O Alilaguna liga o aeroporto, S. Marcos, terminal de cruzeiros entre outros locais turísticos e é muito mais barato que os taxis por terra ou por água. Para ter uma ideia um taxi rápido, por água, desde S. Marcos até ao terminal de cruzeiros custa cerca de 80 euros. Embora sejam rápidos estes custam mais do triplo do Alilaguna.

Antes de embarcarmos no MSC Fantasia tivemos 1 dia para conhecer a cidade. Sabíamos que era muito pouco tempo mas mesmo assim queríamos ver o máximo. E como é espectacular Veneza! A arquitectura, as ruelas, os canais, as lojas de marca, e claro as gôndolas e todo o frenesim do grande canal. O fim de tarde na praça de S. Marcos, com o pôr do sol no horizonte, e assistir aos primeiros navios de cruzeiro a deixar Veneza foi uma óptima experiência e excelente para os amantes da fotografia.

Na manhã seguinte, e depois de nos perdermos pelas ruas de Veneza, lá seguimos no Alilaguna desde Santa Maria del Giglio, próximo de S. Marcos, até ao terminal de cruzeiros, pelo Grande Canal, passando pela famosa Ponte de Rialto. O MSC Fantasia esperava-nos, juntamente com o Costa Mágica, o Ocean Princess e o ultra-luxuoso Seabourn Spirit.

A nossa experiência Yacht Club

Entrada para o Top Sail Lounge do MSC Yacht Club
Entrada para o Top Sail Lounge do MSC Yacht Club
MSC Yacht Club MSC Yacht Club MSC Yacht Club MSC Yacht Club

O primeiro contacto com o serviço Yacht Club surgiu logo nas enormes filas para o check-in. Embarcar cerca de 4000 passageiros em poucas horas não é uma tarefa que passe despercebida. A fila era muito grande mas com o serviço de check-in prioritário foi só mostrar os documentos em balcão próprio e o mordomo de serviço encaminhou-nos para uma sala privada onde seria feito check-in.

Nesta sala tivemos o primeiro contacto com outros hóspedes do Yacht Club. Espumante, sumos, doces e chocolates deram-nos as boas vindas à MSC enquanto deixávamos os documentos de reserva e os passaportes para efectuarem o check-in. Enquanto isso conhecemos o nosso “Head Butler“, chefe dos mordomos a bordo, um simpático jovem das Ilhas Maurícias, para uma curta conversa. No final estavamos prontos para rapidamente passar a segurança e entrar a bordo do MSC Fantasia pela primeira vez.

Sendo este um artigo sobre o Yacht Club tentarei focar-me mais neste serviço e menos no MSC Fantasia. Mesmo assim, e depois de ter estado no MSC Preziosa na sua escala inaugural em Lisboa (mais aqui), posso adiantar que os navios são praticamente iguais. Aliás como são os outros irmãos, MSC Divina e MSC Splendida, apenas com pequenas alterações de decoração e de instalações.

O Yacht Club está situado nos decks mais altos do navio, o 15, 16 e 18, e tem acesso protegido pelo nosso cartão. Nestes decks estão também situados a recepção do Yacht Club, a biblioteca, o Top Sail Lounge – um bar na proa do navio com vistas de cortar a respiração e o The One Sun Deck.

Estes decks permitem ainda o acesso directo às piscinas interiores do navio no deck 15, ao MSC Aurea SPA no deck 14 e ao complexo exclusivo The One Sun Deck, equipados com piscina, jacuzzis, solário e bar, no deck 18. O deck 17 não existe nos navios da MSC Cruzeiros porque é conotado com o azar na cultura italiana. Tal como em muitos edifícios o 17º andar não existe, e há hóteis que não têm o quarto nº. 17.

Recepção Concierge

Recepção do MSC Yacht Club
Recepção do MSC Yacht Club
Recepção do MSC Yacht Club Recepção do MSC Yacht Club Recepção do MSC Yacht Club

É a recepção do Yacht Club, e a “porta de entrada” para este mundo exclusivo. Aqui podemos tratar das nossas excursões, incluindo as privadas, reservar massagens e tratamentos no MSC Aurea SPA, e solicitar a nossa mesa nos restaurantes da especialidade. Funciona 24 horas por dia e é daqui que o nosso mordomo nos levava para a saída prioritária para excursões e para o check-out.

Foi também aqui que escolhemos o nosso jornal preferido para entregarem, todas as manhãs, no nosso camarote. Neste caso optámos pelo jornal Público para saber das notícias de Portugal. O nosso mordomo, Maxim, de origem ucraniana, foi-nos apresentado aqui e depressa nos levou ao camarote.

Suite Deluxe

Suite Deluxe do MSC Yacht Club
Suite Deluxe do MSC Yacht Club
Suite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht Club
Suite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht ClubSuite Deluxe do MSC Yacht Club

A chegada ao nosso camarote (suite 16030) revelou-se uma agradável supresa. Requinte e luxo são as palavras que melhor descrevem o espaço que encontramos. Mais uma vez um toque pessoal com carta personalizada de boas-vindas, champagne, fruta fresca e chocolates. A varanda, do alto do deck 16, oferecia uma vista sem preço sobre Veneza. O minibar repleto de bebidas e snacks, tudo incluído na tarifa.

O camarote escolhido foi uma Suite Deluxe com varanda, apenas disponível na experiência Yacht Club, com cama king-size, ar condicionado, closet, ligação à internet sem fios (não incluída), minibar, cofre e até uma consola Wii para jogos.

Devo salientar a altíssima qualidade dos materiais usados no camarote, como a cama com colchão ergonómico, lençóis de algodão egípcio, roupão italiano Mascioni, e um vasto menu para escolher a melhor almofada. Dormir numa cama destas foi, de facto, uma experiência superior. O quarto de banho não fica atrás, mobilado em mármore e com banheira. Devo deixar aqui uma nota para a nossa camareira, Lia, de São Paulo, que sempre nos ajudou a facilmente nos movimentar no Yacht Club e no MSC Fantasia. Deu-nos ainda preciosas dicas sobre os portos de escala, como as melhores lojas e os melhores restaurantes. Obrigado Lia!

No MSC Fantasia o Yacht Club possui 71 camarotes e apesar de estarem todos completos não se notava a mínima azáfama em nenhum dos locais. Mesmo no deck 18 onde se situa o The One Sun Deck com piscina e jacuzzis encontrava-se sempre um ambiente calmo e descontraído.

The One Sun Deck

The One Sun Deck do MSC Yacht Club
The One Sun Deck
The One Sun Deck do MSC Yacht Club The One Sun Deck do MSC Yacht Club The One Sun Deck do MSC Yacht Club The One Sun Deck do MSC Yacht Club The One Sun Deck do MSC Yacht Club

Mais alto do que o Sun Deck não existe e aqui o que há mais é sol, espreguiçadeiras e uma magnífica vista para todo o lado. Tem também um bar, o The One Bar, uma piscina, dois jacuzzis e um solário. Era aqui que tomávamos os nossos banhos de sol, líamos o nosso jornal, e tirávamos as melhores fotografias para os portos de escala e para outros navios com quem nos cruzávamos.

Top Sail Lounge

Top Sail Lounge do MSC Yacht Club
Top Sail Lounge
Top Sail Lounge do MSC Yacht Club Top Sail Lounge do MSC Yacht Club Top Sail Lounge do MSC Yacht Club

O Top Sail Lounge é o bar do Yacht Club e fica situado no deck 15, na proa do navio, com uma fantástica visão em 180 graus. Só o facto de ficar dois decks acima da ponte de comando já diz bem sobre o campo de visão obtido. É também o local indicado para um pequeno almoço (continental), uma bebida ao fim da noite ou para o chá das 5, tudo incluído. Na nossa opinião é o espaço mais agradável do navio.

 

Restaurante L Etoile do MSC Yacht Club
Restaurante L’Etoile
Restaurante L Etoile do MSC Yacht Club Restaurante L Etoile do MSC Yacht ClubRestaurante L Etoile do MSC Yacht Club Restaurante L Etoile do MSC Yacht Club Restaurante L Etoile do MSC Yacht ClubRestaurante L Etoile do MSC Yacht Club Restaurante L Etoile do MSC Yacht Club

Os jantares e almoços do Yacht Club são servidos no exlusivo L’Etoile. Estranhamente o restaurante está situado na parte de trás do navio, na popa, fazendo com que os hóspedes do Yacht Club tenham de atravessar todo o navio para almoçar, jantar ou tomar o pequeno-almoço. O L’Etoile é altamente requintado com cozinha gourmet reconhecida pelo famoso Guia Berlitz. Sem horários marcados e com tudo-incluído temos acesso a uma gastronomia diversificada com vários pratos e a uma carta de vinhos e cervejas ampla.

O nosso jantar típico englobava 4 pratos constituídos por entrada (ou creme de legumes), risoto variado, prato de carne ou peixe, e por fim, sobremesa (ou tábua de queijos). Estes pratos eram todos variados e diferentes a cada dia, sendo que para além destes ainda eram disponibilizados outros pratos fixos.

MSC Aurea SPA

É uma das mais importantes secções do navio, o Aurea SPA é um santuário de beleza, tratamento e bem-estar. Inclui acesso privativo desde o Yacht Club e os seus membros têm acesso prioritário. Inclui banho turco, sauna, ginásio, tratamentos de beleza, centro de massagens e hidroterapia aromática. Os membros têm acesso directo a este centro mas a maior parte dos serviços não estão incluídos e uma massagem completa para dois pode custar cerca de 180€.

Escalas

Dubrovnik, Croácia
Dubrovnik, Croácia

A primeira escala surgiu logo em Bari, uma cidade portuária importante do sul de Itália. Várias excursões estavam disponíveis na MSC Cruzeiros mas optamos por explorar a cidade por nossa conta. Para sair do Fantasia apenas adquirimos o shuttle bus da companhia desde o porto até à cidade, mas perfeitamente dispensável, já que o caminho se fazia bem a pé. Uma volta no centro histórico, na cidade velha, é o suficiente para ver o melhor de Bari e vale a pena o passeio fundamentalmente pelas casas e prédios antigos e alguns edifícios históricos como a Basílica de San Nicola ou a Catedral de Bari.

Bari, ItáliaBari, ItáliaBari, ItáliaBari, ItáliaBari, ItáliaBari, ItáliaBari, Itália

No dia seguinte chegamos à Grécia, a Katakolon, sendo que o porto fica igualmente ao lado da pequena vila, e portanto sem necessidade de transferes. Katakolon é uma pequena povoação óptima para compras e para uma bebida de frente para o Adriático e paragem obrigatória para muitos cruzeiros. É também porta de entrada para Olympia, berço dos jogos olímpicos da antiguidade, e para onde partem muitos autocarros, situada a menos de uma hora de viagem.

Katakolon, Grécia Katakolon, Grécia Katakolon, Grécia Katakolon, Grécia

Santorini esperava-nos no dia seguinte e era um ponto alto do nosso cruzeiro. Esta ilha fica situada a sul do mar Egeu e foi formada devido a erupções vulcânicas. Fira, a capital, e Oia são os pontos mais importantes e as que melhor revelam a tradicional arquitectura de Santorini com pequenas casas brancas com cúpulas azuis construídas nas escarpas das montanhas. Dizem que é das ilhas mais românticas do mundo, considerada várias vezes como a melhor ilha para férias por prestigiadas revistas e capa de catálogo de muitas agências. Os navios de cruzeiro não atracam ficando ao largo e, por isso, necessário o transporte em “tenders” para o pequeno porto. Mais uma vez a entrada e saída prioritária do Yacht Club permitiu-nos evitar as filas, tanto para sair como para regressar.

Santorini, GréciaSantorini, GréciaSantorini, GréciaSantorini, Grécia Santorini, GréciaSantorini, GréciaSantorini, Grécia Santorini, Grécia Santorini, GréciaSantorini, GréciaSantorini, GréciaSantorini, Grécia Santorini, GréciaSantorini, Grécia

Atenas era a próxima escala e uma das mais aguardadas mas, infelizmente, e devido a ventos fortes, o porto do Pireu estava encerrado à navegação e não foi possível atracar. Corfú, ainda na Grécia mas bem perto da Albânia, era a próxima ilha a visitar. Sendo património mundial da UNESCO, Corfu é outra paragem obrigatória de muitos cruzeiros, portanto não é de estranhar que seja altamente turística, principalmente a parte velha da cidade, com a sua fortaleza, o monumento mais importante da ilha. Aproveite também para fazer compras já que as lojas de rua são convidativas e com muitas opções de artesanato local.

Corfu, GréciaCorfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, GréciaCorfu, GréciaCorfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia Corfu, Grécia

A última escala do cruzeiro, mas não menos importante, era Dubrovnik, na Croácia, e não desiludiu. Conhecida como Pérola do Adriático, a cidade antiga fica a 2 km do porto pelo que optamos por uma excursão com guia. Os famosos telhados laranjas dentro das muralhas e o facto de também ser património mundial da UNESCO trazem milhares de pessoas à cidade. Nessa altura estavam 4 navios de cruzeiro, MSC Fantasia, Arcadia, Albatros e mais uma vez, Costa Mágica, e a cidade estava lotada de turistas.

Dubrovnik é uma cidade renascida de uma guerra cruel que assolou os Balcãs e que culminou com a independência da Croácia em 1991. Deu-se então um grande projecto de reconstrução da cidade ajudado pelo turismo, Dubrovnik é hoje uma cidade bem definida com as suas ruas simétricas e cuidadas e com as casas impecavelmente reconstruídas. Para uma visita rápida opte pela cidade antiga onde estão as principais atrações como o Palácio Sponza, a igreja de São Brás, a Catedral ou a Fonte de Onofre.

Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia Dubrovnik, Croácia

Excursões

Uma nota sobre as excursões. Optamos por marcar as excursões fora da companhia o que se revelou bem mais económico. Cada excursão não ficou por mais de 25€ por pessoa e escolhemos a Shore2Shore com guia em espanhol. Estas excursões fazem praticamente o mesmo que fazem as excursões organizadas pela companhia mas a um preço muito menor. Devo alertar que se optarem por estas empresas para as excursões deverão estar atentos à hora de partida do navio para não terem nenhuma surpresa desagradável. É talvez aqui que surge a grande diferença (além do preço) pois se forem pela companhia e se se atrasarem provavelmente terão alguma tolerância por parte do comandante e o navio esperará. No nosso caso chegamos sempre com muito tempo de antecedência e ficamos muito satisfeitos com os guias e com os locais visitados.

Conclusão

MSC FantasiaAo longo da nossa estadia pudemos comparar os serviços no Yacht Club com os restantes do navio e a diferença era notória. Enquanto por “cá” havia um ambiente de tranquilidade e privacidade noutras partes do navio como o buffet ou os bares havia muito mais passageiros e claro mais agitação e congestionamento. O buffet então em hora de almoço era complicado obter uma mesa.

É certo que este navio tem a capacidade para levar mais de 4000 passageiros e não faltam bares e restaurantes mas nas horas mais críticas torna-se algo sobrelotado. Outra situação onde foi visível a quantidade de pessoas foi em Atenas, quando devido ao vento forte, não foi possível atracar o navio no porto do Pireu, e ninguém pôde desembarcar durante todo o dia. O que aconselhamos nestas situações é evitar a “hora de ponta” para almoço, entre as 12h30 e as 14h00, e procurar os decks superiores, ao ar livre, sempre existe menos aglomerado de pessoas.

Uma nota ainda para o (caro) serviço de fotografia a bordo. Os fotógrafos estão em todo o lado e constantemente a convidar-nos para mais uma foto aqui ou ali. Se não quiser surpresas tire apenas as fotografias necessárias para levar uma recordação visual do seu cruzeiro, como a da noite de gala. Nós fizemos a nossa e por 5 fotografias pagamos 60€. E com promoção!

Gostava também de elogiar os espetáculos no teatro do MSC Fantasia. Apesar de serem musicais eram todos muito bons com destaques para o último espectáculo de despedida (video) e um tributo a Michael Jackson (video) que gostamos mesmo muito.

MSC FantasiaMSC Yacht Club MSC Yacht Club - Menu de Almofadas Piscinas Interiores do MSC Fantasia Teatro do MSC Fantasia Simulador de F1 do MSC Fantasia Desembarque do MSC Fantasia em Veneza
MSC Fantasia e Costa Magica em VenezaZenith ZenithSplendour of the Seas da Royal Caribbean Splendour of the Seas da Royal Caribbean Seabourn Spirit Costa Magica da Costa Cruzeiros

O MSC Yacht Club é um mundo à parte dentro do navio e não está ao alcance de qualquer bolsa. No entanto é uma experiência exclusiva e luxuosa de relaxamento e bem estar. Pelo tratamento, pela simpatia, pela atenção aos detalhes e pelos serviços superiores colocados à nossa disposição vale o preço e é o mais próximo que existe de uma companhia de cruzeiros de luxo.

No final do desembarque disse à minha mulher, em tom de brincadeira, que não voltaria a fazer um cruzeiro de um nível inferior ao Yacht Club. Só não sei é se vai ser possível 🙂

E vocês, já tiveram uma experiência num cruzeiro de luxo? Como correu?

(1386)

Booking.com
Nuno Ribeiro Nuno Ribeiro é fundador e editor do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.