Costa Cruzeiros

Costa Smeralda realizou em Barcelona o primeiro reabastecimento de Gás Natural Liquefeito (GNL)

Costa Smeralda

Barcelona foi a primeira escala técnica do Costa Smeralda, o navio da Costa Cruzeiros movido a Gás Natural Liquefeito (GNL), uma inovação na indústria dos cruzeiros introduzida pelo Grupo Costa com o fim de reduzir significativamente o impacto ambiental da sua atividade no planeta.

O uso de GNL é uma medida essencial para a proteção e responsabilidade ambiental da empresa. Desta forma, garante-se a qualidade do ar através da eliminação virtual de emissões de dióxido de enxofre (zero emissões) e outras partículas, cuja redução estimada é de 95 a 100%. O GNL vai também reduzir significativamente as emissões de óxido de nitrogénio (redução direta de 85%) e de dióxido de carbono (redução de até 20%).

O porto de Barcelona foi o primeiro a receber o Costa Smeralda, depois de este ter zarpado do estaleiro Meyer, em Turku, onde foi construído. As autoridades locais foram informadas da chegada do navio que, durante a sua paragem em Barcelona, foi reabastecido com GNL e apresentado às agências locais. A primeira partida do Costa Smeralda vai ter lugar em Savona a 21 de dezembro e volta a passar por Barcelona a 23 de dezembro, incluindo ainda a passagem por Marselha, Palma de Maiorca, Civitavecchia e La Spezia.

Clique aqui para consultar todos os itinerários do Costa Smeralda

O Costa Smeralda é o primeiro navio da frota da Costa Cruzeiros a usar GNL como combustível, tanto no porto como no mar. É parte do plano de expansão do Grupo que inclui um investimento de mais de seis biliões de euros em sete navios a serem entregues ao Grupo Costa até 2023. Cinco dos sete navios – incluindo o Costa Smeralda e o seu navio irmão Costa Toscana, atualmente em construção no estaleiro e com fim previsto para 2021 – serão movidos a GNL, o que contribui significativamente para a diminuição do impacto ambiental em toda a frota. Este navio de nova geração é essencial para cumprir o objetivo ambicioso com que o Grupo Costa se comprometeu: reduzir em 40% as emissões de dióxido de carbono em toda a sua frota até 2020, dez anos antes da meta estabelecida pela Organização Marítima Internacional (IMO).

A concretização do Costa Smeralda só comprova que o uso de GNL como combustível é uma realidade cada vez mais palpável no setor dos cruzeiros. O Grupo Costa foi o primeiro a acreditar e a investir nesta nova tecnologia, construindo cinco novos navios movidos a GNL, o que alavanca a nossa liderança no turismo sustentável. Estamos alinhados um propósito de responsabilidade ambiental e estabelecemos um novo rumo para a mudança, com a garantia de que o GNL reduz significativamente o nosso impacto ambiental, mas sem comprometer os aspetos de segurança que para nós são prioritários. Estamos felizes de que Barcelona seja a primeiro paragem Costa Smeralda, pois é um porto onde temos fortes ligações e que desempenhará um papel essencial no desenvolvimento da tecnologia de GNL para os nossos navios”, disse Neil Palomba, Presidente da Costa Cruzeiros, que acrescentou ainda “O Costa Smeralda representa a inovação, mas permanece a hospitalidade italiana como elemento fundamental e distintivo da nossa marca, capaz de entusiasmar não apenas os novos passageiros, como também os mais experientes”.

Barcelona será um importante porto para o desenvolvimento da tecnologia GNL na indústria dos cruzeiros, com três navios do grupo Costa movidos por este combustível a visitar regularmente a cidade. O Costa Smeralda vai fazer cerca de 100 ligações até ao final de 2021, em cruzeiros semanais no Mediterrâneo Ocidental. A partir desse mesmo ano, o Costa Toscana também vai começar a passar em Barcelona todas as semanas. No caso do AIDAnova, que já passava em Barcelona semanalmente desde 2019, vai continuar a fazê-lo em 2020. Os três navios vão reabastecer-se de GNL exclusivamente em nesta cidade espanhola.

O Costa Smeralda vai fomentar o aumento do impacto económico gerado pelo Grupo Costa em Barcelona, e por consequência, em Espanha. De acordo com um estudo recente realizado pela Deloitte & Touche, em parceria com a Universidade de Génova e a Universidade de Hamburgo, os gastos dos hóspedes do Grupo Costa são de, em média, 74,6 euros por passageiro em todos os portos europeus visitados pelos navios da organização. O Grupo Costa gerou um impacto económico de 1,1 biliões de euros em Espanha no ano de 2018, contribuindo para a criação de mais de 6 400 empregos a tempo inteiro. A empresa colabora com mais de 300 fornecedores e parceiros espanhóis, gerando um movimento de 3,4 milhões de passageiros nos portos de Espanha. O Grupo Costa promoveu um impacto económico de 239 milhões de euros em Barcelona, com a criação de cerca de 1 700 empregos. Em 2018, o Grupo fez um amplo investimento na construção do Helix Cruise Center, o terminal que acomoda os navios de cruzeiro movidos a GNL.

Leia também  Costa Cruzeiros lança promoção para o Dia de São Valentim

O Costa Smeralda é, sem dúvida, uma cidade itinerante inteligente, que supera todos os requisitos ambientais. Além da inovação no combustível, o navio incorpora uma série de outras inovações tecnológicas projetadas para reduzir ainda mais o seu impacto. A totalidade da necessidade diária de água vem diretamente do mar, graças aos sistemas de dessalinização do navio. O consumo de energia também é mínimo, devido ao sistema inteligente de eficiência energética, que inclui elevadores de nova geração que recuperam a energia, reintroduzindo-a no sistema elétrico. O plástico descartável, que já foi eliminado na área da restauração dos navios da Costa Cruzeiros, vai ser gradualmente reduzido e substituído por materiais alternativos também nas outras áreas, antes da meta europeia. A Costa espera reduzir do consumo de plástico a bordo em mais de 50 toneladas por ano. A recolha e reciclagem de 100% dos materiais, incluindo plástico, papel, vidro e alumínio, é outra das medidas que integra a abordagem projetada para apoiar projetos de economia circular. Adicionalmente, no Costa Smeralda será também integrado o programa 4GOODFOOD, dedicado a reduzir o desperdício alimentar e a recuperar excedentes para fins sociais. Por fim, o novo navio contará com as inovações do restaurante LAB, uma abordagem divertida para envolver os hóspedes na sustentabilidade dos alimentos.

Com mais de 180 mil toneladas brutas e mais de 2 600 quartos, o Costa Smeralda é o resultado de um projeto criativo exclusivo encabeçado popr Adam D. Tihany. Foi criado para levar aos hóspedes o melhor de Itália num só lugar. Tihany teve o apoio de quatro empresas de arquitetura de prestígio – Dordoni Architetti, Rockwell Group, Jeffrey Beers International e Partner Ship Design – para projetar as várias áreas do navio. Todo o recheio e decoração é fabricado em Itália, sendo que alguns artigos são produzidos em exclusivo para o Costa Smeralda. O design italiano também está presente no Costa Design Museum (CoDe), o primeiro museu criado num navio de cruzeiro. O ambiente extraordinário do Costa Smeralda inclui ainda espaços como o Solemio Spa, várias áreas de entretenimento (incluindo o Coliseu com espetáculos com tecnologia de ponta), bares temáticos, 16 restaurantes, incluindo um novo para famílias com crianças, e áreas de experiência gastronómica.

O Costa Smeralda promove ainda as Adagio Tours, projeto exclusivo no setor com excursões de grupo aos destinos incluídos no itinerário do navio, mas a um ritmo mais lento, adaptado a deficientes motores, pais com carrinhos de bebé e idosos. Este projeto resulta da colaboração da Costa Cruzeiros, AISM (Associação Italiana de Esclerose Múltipla) e a Fundação Costa Crociere.

Com a chegada do Costa Smeralda, a frota do Grupo Costa eleva-se a um total de 29 navios em serviço, destacando a liderança da empresa na Europa e na China.

Add Comment

Click here to post a comment

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!