Costa Cruzeiros

Costa Diadema volta hoje aos cruzeiros em Génova. É o segundo navio da Costa Cruzeiros a retomar as operações.

O Costa Diadema é o segundo navio da Costa Cruzeiros a retomar as operações e marca o regresso da companhia ao Mediterrâneo Ocidental. No dia 10 de Outubro será a vez do Costa Smeralda zarpar novamente, enquanto a 27 de Dezembro estreia o novo integrante da frota, o Costa Firenze.

O Costa Diadema é o segundo navio da Costa Cruzeiros a regressar ao mar para itinerários regulares. O itinerário inclui escalas apenas nos portos italianos e está reservado para hóspedes residentes em Itália. Depois de Génova, os seus próximos portos de escala serão Civitavecchia, Nápoles, Palermo, Cagliari e La Spezia.

 

Finalmente os cruzeiros da Costa estão de volta a Génova e à Ligúria, que é a nossa casa há mais de 70 anos. Voltamos a navegar de forma gradual e responsável, com protocolos de segurança incomparáveis ​​na indústria do turismo. A resposta inicial dos nossos hóspedes foi muito encorajadora“, disse o CEO do Grupo Costa, Michael Thamm.

A Ligúria está em destaque no regresso da Costa aos cruzeiros, com um total de cerca de 80 escalas nesta parte do noroeste de Itália até ao final da temporada de inverno 2020/21. A partir de 10 de Outubro, Savona será o porto de entrada do gigante Costa Smeralda, o primeiro navio da empresa movido a GNL (gás natural liquefeito), que oferecerá cruzeiros de uma semana no Mediterrâneo Ocidental.

Clique aqui para consultar todos os itinerários do Costa Smeralda

Depois de uma série de cruzeiros com destino ao mercado francês, a partir de Novembro o Costa Diadema segue também para Savona, para cruzeiros de 12 dias às Ilhas Canárias e de 14 dias ao Egito e Grécia. O Costa Firenze, o novo navio em construção no estaleiro Marghera da Fincantieri, fará a sua estreia em 27 de Dezembro, navegando novamente no Mediterrâneo Ocidental e fazendo escala em Génova e La Spezia todas as semanas.

O embarque de passageiros no Costa Diadema para a primeira partida de hoje de Génova foi realizado de acordo com os procedimentos estabelecidos no Protocolo de Segurança da Costa, que contém novas medidas operacionais em resposta à situação da COVID-19, tratando de todos os aspectos do experiência de cruzeiro dentro e fora do navio.

Leia também  Costa Smeralda já reiniciou os itinerários (é o terceiro navio da companhia depois do Costa Deliziosa e Costa Diadema)

Os procedimentos, concebidos com o apoio de especialistas independentes em saúde pública, estão em conformidade com – e em alguns casos até mais rigorosos do que – os protocolos de saúde definidos pelas autoridades italianas e europeias competentes. Na chegada à Stazione Marittima em Génova, com horários de entrada escalonados em virtude do check-in online, cada hóspede teve a sua temperatura verificada, enviou um questionário de saúde e foi submetido a um teste rápido com zaragatoa, com possibilidade de um teste molecular adicional para quaisquer casos suspeitos. Antes do embarque, os membros da tripulação também foram submetidos a um teste molecular em intervalos e foram colocados em quarentena por 14 dias. Além disso, cada membro da tripulação terá um teste mensal.

A partir da primeira escala em Civitavecchia, os destinos do itinerário do Costa Diadema só podem ser visitados em excursões organizadas pela companhia em pequenos grupos em meios de transporte higienizados e sujeitos a medição de temperatura antes da saída e regresso ao navio.

As amenidades e o entretenimento a bordo foram redesenhados com base nos procedimentos do Protocolo de Segurança, mas ainda mantêm as características distintivas de um cruzeiro da Costa, em parte graças ao distanciamento físico proporcionado pela capacidade reduzida do navio.

Por exemplo: repetir apresentações de espetáculos ao vivo para públicos menores; uma mudança de restaurantes com buffet para refeições sentadas; lotação reduzida e distância mínima entre mesas de teatro, lounges, bares e restaurantes; entrada escalonada para algumas instalações, como spa, piscinas e miniclube infantil com um número limitado de pessoas permitidas a qualquer momento.

Além disso, houve melhoria na limpeza e higienização em todas as áreas a bordo, inclusive nos camarotes, enquanto os serviços de saúde a bordo foram ampliados. Outras medidas de saúde e segurança são o uso de máscaras faciais sempre que necessário, dispensadores de desinfetante para as mãos em todo o navio e a introdução de estações com termómetros clínicos para uso dos passageiros.

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!