fbpx
Costa Cruzeiros Notícias

Costa Cruzeiros volta a destacar-se nas áreas ambiental e social

O 6.º relatório de sustentabilidade da Costa Cruzeiros, reportado ao ano fiscal Dezembro 2009/Novembro 2010, anuncia bons resultados nas áreas ambiental e social. O relatório revela um acréscimo de 26% no lixo reciclado nos portos em 2010, e uma redução de 34% nas emissões de CO2 em três anos. Na área social, a Costa Cruzeiros é gestora do projecto “Cruzeiro Sustentável”, fundado pela União Europeia com o objectivo de provar a viabilidade da reciclagem de resíduos alimentares, papel e embalagens a bordo dos navios.

Além de cumprir toda a legislação (local, nacional e internacional), a Costa Cruzeiros define objectivos mais ambiciosos de gestão e controlo de todo o sistema. Aqui ficam os principais resultados de 2010:

  • Um aumento de 26%, face a 2009, na proporção do lixo reciclado nos portos. A bordo dos navios Costa 100% do lixo sólido é classificado para ser entregue nos portos receptores dos resíduos. Em 2010 a Costa Cruzeiros estabeleceu acordo com novos portos, possibilitando um aumento significativo no lixo reciclado.
  • O compromisso da Costa Cruzeiros com a recuperação e a reciclagem de lixo continua, com um projecto experimental a nível global. A companhia é gestora do projecto europeu “Cruzeiro Sustentável” – lançado em Setembro de 2011. Pela primeira vez um navio tem o objectivo de demonstrar a viabilidade de tratar o lixo orgânico que pode ser usado como adubo ou combustível. O projecto, lançado pelo programa “LIFE” – o instrumento de financiamento da UE para a inovação e projectos ambientais –, terminará em Janeiro de 2014.
  • Entre 2007 e 2010 verificou-se uma redução de aproximadamente 11% no consumo de combustível e, consequentemente, de emissões de CO2. Esta redução ficou a dever-se à implementação de diversas medidas de poupança de energia a bordo. Por exemplo: o uso de silicone ecológico para o revestimento do casco do navio aumenta a performance e reduz o crescimento de microrganismos no casco sem efeitos tóxicos. Outras medidas incluem o uso de lâmpadas de baixo consumo (LED), a instalação de sistemas de controlo da intensidade da luz, uso da tecnologia de eficiência energética HVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado) e uso de inversores para optimizar a performance dos ventiladores na sala das máquinas. O esforço da companhia nesta área foi reconhecido em Novembro deste ano, quando a Costa recebeu o Prémio de Eficiência Energética 2011 da “AAB” – líder mundial de automatismos e tecnologias que melhoram a performance enquanto reduzem o impacto ambiental.
  • Entre 2007 e 2010 verificou-se uma redução de 34,2% na produção de emissões de CO2 derivadas dos sistemas de refrigeração e ar condicionado.
  • Novamente a pensar na protecção ambiental, em Julho de 2010 a Costa Cruzeiros, através da sua parceria com a WWF Itália, tornou-se na primeira companhia de cruzeiros com um sistema que visa evitar colisões entre navios e baleias, registando simultaneamente os movimentos destes mamíferos.
  • Todos os navios da frota usam produtos fornecidos pelo Ecolab – o líder global em limpezas, higiene sanitária e segurança alimentar – de forma a alcançar os melhores resultados com o menor impacto possível.
Leia também  Costa Cruzeiros apresenta dois itinerários para a Ásia a bordo do Costa Serena (Japão e Vietname)

No domínio da responsabilidade social, o relatório descreve diversas actividades, nomeadamente:

  • Em 2009 a Costa Cruzeiros deu início a uma série de programas de reciclagem de resíduos a bordo dos seus navios que efectuam escala no Brasil, com o intuito de financiar o desenvolvimento social local e a sustentabilidade dos projectos. As actividades em Salvador da Baía e Santos envolvem a reciclagem de alguns resíduos produzidos a bordo dos navios (vidro, plástico, alumínio e óleo usado), sendo os ganhos com a reciclagem de vidro usados para financiar o apoio à comunidade, nomeadamente a renovação da cozinha e cantina numa escola de Santos que serve cerca de 160 crianças.

O relatório de sustentabilidade é uma forma voluntária de fornecer informações completas e transparentes acerca dos efeitos da actividade empresarial sobre o meio ambiente e a comunidade. Além de dar a conhecer a performance social, ambiental e económica da companhia, o relatório também permite conhecer os princípios básicos de actuação da empresa. O relatório de sustentabilidade deriva da aplicação do “B.E.S.T. 4” (Business Excellence Sustainable Task), um sistema integrado que abrange quatro tipos de certificações voluntárias com os mais elevados padrões nas áreas de qualidade (UNI EN ISSO 9001, emitido em 2008), ambiente (UNI EN ISSO 14001, 2004), segurança (OHSAS 18001, 2007) e responsabilidade social (SA 8000, 2001), garantindo a performance da companhia e a sua contínua melhoria.

About the author

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais. Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!

Share this