Experiências MSC Cruzeiros

Como é um Cruzeiro nas Caraíbas no novo MSC Seashore (com duas noites na excêntrica Miami Beach e uma escala num pequeno paraíso: Ocean Cay)

Em Ocean Cay

Calor, festas, cocktails, muita praia e água do mar a 28 graus são os ingredientes perfeitos para um Cruzeiro nas Caraíbas. E se juntarmos duas noites em Hotel de 4 estrelas “em cima” da melhor praia de Miami, então está montado um quadro perfeito para as nossas férias de Verão.

Venham comigo nesta viagem virtual, onde vos vou mostrar o itinerário completo deste cruzeiro de grupo, que incluía um itinerário de 7 noites a bordo do novo MSC Seashore, duas noites no Hotel RIU Miami Beach, voos desde o Porto, todos os transferes e ainda um tour privado em Miami, antes do nosso regresso.

Cruzeiro de Grupo e Preços do Programa Completo

Antes de mais, gostava de vos falar dos preços deste Cruzeiro de Grupo organizado, mais uma vez, pela Famatour. Este pacote integrado, com todos esses serviços que indiquei em cima, mais gratificações e seguros, começava nos 1790€ por pessoa para um camarote interior. Preço final, chave na mão, como se costuma dizer.

A maior parte do grupo saiu do Porto com alguns passageiros a saírem de Lisboa para Madrid, onde nos reunimos para seguir, juntos, rumo a Miami a bordo de um Boeing 787 Dreamliner da AirEuropa. O regresso fez-se no sentido inverso, de igual forma.

Procedimentos de Embarque

Miami

Em primeiro lugar, devo lembrar que é necessário o visto ESTA para entrar nos Estados Unidos. A nossa agência tratou de o solicitar e de lhe dar seguimento. Tem um custo de 21$ e é necessário para apresentá-lo no aeroporto de origem e à chegada aos Estados Unidos.

Ao chegar ao Aeroporto Internacional de Miami a primeira dificuldade: o controlo de passaportes à chegada. Uma fila interminável com vários voos internacionais a chegarem e apenas 3 ou 4 operadores para validar a entrada no país.

Neste aspeto os americanos não brincam, e passados mais de uma hora, lá chegou a nossa vez para nos tirarem foto, impressão digital nos dedos (todos), e uma série de perguntas como “o que estão cá a fazer“, “onde vão ficar“, “quantos dias vão ficar“, etc. Não foi fácil depois de quase 9 horas de viagem e com duas crianças. Mas são as regras.

Após os procedimentos de alfândega, saímos do aeroporto rumo a Miami Beach para nos instalarmos no magnífico RIU, mesmo sobre a praia mais famosa da Florida. O transfer privado para o nosso grupo demorou menos de 30 minutos a chegar, com pouco trânsito ao início da noite.

No dia seguinte… mais uma dificuldade. O “temível” teste Covid que a MSC Cruzeiros ainda nos obriga a fazer com, no máximo, 48 horas antes do embarque. A verdade é que podíamos ter levado teste daqui de Portugal, mas como ficamos 2 noites pré-cruzeiro em Miami, gorou-se a janela de oportunidade de 48 horas que dispúnhamos.

As nossas 2 Noites Pré-Cruzeiro em Miami Beach

Miami Beach

Há muitos sítios em Miami onde é possível fazer um teste rápido de antigénio, ou PCR, mas os preços são obscenos. Há, no entanto, uma clínica bem conhecida que ainda os faz de forma gratuita, pelo menos os de antigénio. É a Nomi Health e o que faz é cobrar  o teste à sua apólice de seguro de viagem, portanto lembre-se de ter à mão o seu seguro e o passaporte! E mais, há em vários locais de Miami, inclusive bem perto do nosso hotel, em Miami Beach (pode ver aqui no mapa).

Teste feito e enviado por email com o esperado resultado (negativo, uff!) e estávamos prontos para conhecer a excêntrica Miami Beach, as suas praias, os seus bares e restaurantes e a sua vida noturna que é imparável. Miami e Miami Beach são cidades distintas, enquanto a primeira fica na parte continental, a segunda fica na península em frente a Miami e é bem mais pequena, mas é lá que se encontram as melhores atrações para quem procura férias de praia.

Miami Beach tem uma vasta costa, com cerca de 16 quilómetros de praia de areia dourada e águas quentes,  que se estende desde a ponta sul de South Beach, bem ao lado da entrada do Porto de Miami, até North Beach, onde a excitação é menor.

Pelo meio existe a Mid Beach, onde ficam localizados muitos dos hotéis de luxo, entre os quais o nosso RIU Miami Beach, bem em cima da praia, com apenas a Miami Beach Boardwalk, uma grande calçada, a separar o hotel da extensa praia.

Miami Beach

Claro que estas duas noites foram aproveitadas para passear pela cidade, fazer praia e tomar muitos banhos nas águas exageradamente quentes de Miami Beach (rondavam os 30 graus). À noite, optamos por chamar um Uber (por cerca de 10$) e descer até à Ocean Drive, bem no coração de South Beach,  onde se encontram os famosos edifícios de Art Deco, restaurantes gourmet e muitos bares com uma animação claramente exagerada para os padrões a que estou habituado.

Paralelamente à praia de Miami Beach, e ligeiramente para o interior, está uma das mais famosas avenidas da cidade, a Collins Avenue, repleta de hotéis, lojas e onde passam quase todos os meios de transporte, incluindo os gratuitos, como o Collins Express. Este trolley é gerido pela autarquia de Miami Beach e percorre toda a cidade, 7 dias por semana, das 8 às 11 da noite (pode saber mais aqui).

Ocean Drive, Miami Beach

Uma dica para quem não fala muito bem o inglês: se arranharem o espanhol, como muitos de nós portugueses “consegue fazer”, nem que seja com o nosso famoso “portunhol”, não terá problemas de comunicação em Miami.

O espanhol é praticamente a primeira língua na cidade, e onde, na brincadeira, se diz que Miami é a única cidade dos Estados Unidos onde não se fala inglês como primeira língua. No condado de Miami Dade cerca de 60% da população fala espanhol, em virtude da grande comunidade cubana existente na cidade, mas também de imigrantes de outros países da América Central.

O embarque no MSC Seashore

MSC Seashore

O Porto de Miami não é à toa que é o maior do mundo. Em 2020 recebeu mais de 3 milhões de passageiros e 35 navios de cruzeiro nos seus 8 terminais, alguns dos quais exclusivos de certas companhias. A MSC Cruzeiros ainda não tem o seu terminal pronto e, por isso, embarcamos no Terminal F, onde estava atracado o MSC Seashore.

O check-in, previsto para as 11 horas da manhã, não se adivinhava fácil, já que era considerada hora de ponta e as filas notavam-se bem, saindo para o exterior do terminal várias dezenas de metros.

À chegada entregamos logo as malas aos “caça notas”, os maleiros do Porto de Miami, que, caso não lhe entregássemos uma notinha eles “tratavam” das nossas malas à maneira deles 😤. Assim fizemos para não ter problemas desnecessários, mas notei que houve vários desentendimentos com os senhores.

Uma hora mais tarde, e já depois de entregar toda a documentação exigida pela companhia, passaporte, certificado de vacinação e teste negativo, lá entramos para explorar um dos melhores navios para o Verão da MSC Cruzeiros: o MSC Seashore.

O navio MSC Seashore

O MSC Seashore é o terceiro da classe Seaside, conhecida por ter amplos espaços públicos no exterior e, por isso, mais propício a estes cruzeiros nas Caraíbas. E não desiludiu! Tendo a cidade de Nova Iorque como inspiração para o seu design interior, não falta uma réplica da Estátua da Liberdade ou os brilhantes outdoors de Times Square.

Os clássicos da MSC Cruzeiros também estão lá, quer os gastronómicos Butcher’s Cut, de grelhados, e o asiático Teppanyaki, mas também o enorme Marketplace Buffet que ainda disponibiliza um espaço exterior.

Globalmente, e num navio a navegar com capacidade completa, o buffet aguenta bem, mas aconselho a evitar as horas de ponta ao almoço, pois podem formar-se filas nas bancadas mais procuradas.

Para os mais gulosos (como eu) está também disponível o Venchi Chocolate and Coffee Bar, um clássico sempre bem apetecível e onde não dispenso uns chocolatinhos.

MSC Seashore

Para o jantar, e como estávamos inseridos num grupo, optamos sempre pelo mesmo turno no Restaurante 5th Avenue, onde fomos muito bem servidos pelo Robert, o nosso simpático chefe de mesa. Apesar da eficiência do Robert no restaurante principal, o mesmo não se verificava em vários bares espalhados pelo navio. Aparentando estar com menos pessoal a servir, e com alguma falta de eficiência e rapidez nas tarefas, não era de estranhar alguma impaciência entre os clientes à espera de uma bebida. É um aspeto a melhorar.

No amplo deck das piscinas a distribuição dos passageiros estava bem assegurada, já que é possível que os mais pequenos se desloquem para o Aquapark, chamado Pirates Cove, o que fez as delícias das crianças do grupo (e também de alguns adultos como eu 🙄) que aproveitaram bem os vários escorregas disponíveis.

Por outro lado, o MSC Seashore disponibiliza uma piscina infinita na popa do navio, com espreguiçadeiras imersas nas suas águas, para uso exclusivo dos adultos e onde se obtém excelentes vistas do oceano. No interior ainda há outra piscina, a Jungle Pool, com um ambiente distinto e a salvo das intempéries do tempo, graças ao seu enorme teto retrátil.

O itinerário

O MSC Seashore está a fazer as Caraíbas Ocidentais e Orientais de forma alternada a cada semana. O nosso itinerário incluía os portos de Ocho Rios, na Jamaica, George Town, nas Ilhas Caimão, Cozumel, no México, e Ocean Cay, a Ilha exclusiva da MSC Cruzeiros nas Bahamas, que, para mim, foi o ponto alto do cruzeiro.

Ocho Rios, Jamaica

Ocho Rios

Na Jamaica existem várias atrações que merecem ser visitadas como as espetaculares Dunns River Falls, a casa museu de Bob Marley ou uma visita à baía dos golfinhos, entre tantas outras.

De resto, a natureza abundante da Jamaica, incluindo as praias selvagens de areia branca, foi a nossa escolha para um tour privado nos arredores de Ocho Rios.

Como eramos cerca de 20 pessoas negociamos um mini-bus com motorista só para nós, para um pequeno tour pela cidade e uma visita a uma praia selvagem às portas do Hotel Couples Sans Souci. Este tour ficou por cerca de 17$ por pessoa, bem negociados.

George Town, Ilhas Caimão

Seven Mile Beach, Ilhas Caimao

Nas Ilhas Caimão, e continuando na senda de um cruzeiro de praia, o nosso objetivo era ir até à famosa Seven Miles Beach, bem perto do porto de George Town.

Esta praia, que a erosão do tempo e as alterações climáticas já encurtaram para pouco mais de 5 milhas (cerca de 8 quilómetros), continua a ser uma das mais belas atrações do país, e o cenário ideal para snorkeling, surf, mergulho, jet ski, entre outras, devido às suas águas calmas de cor turquesa.

Mais uma vez, negociamos um tour que nos ficou por $25 por pessoa, que incluía um passeio pela ilha, uma visita ao Dolphin Discovery, onde foi possível nadar com golfinhos e, claro, terminar a viagem na Seven Miles Beach, para uns banhos de sol e de mar. Foi perfeito!

Cozumel, México

Cozumel, México

Muitas praias famosas de Cozumel estão concessionadas aos Beach Clubs, clubes de praia que exigem um pagamento para usufruir da praia, ou estabelecem um consumo mínimo. Estes clubes oferecem vários serviços entre bares e restaurantes, apoio à praia com espreguiçadeiras, mesas e muita música. Também oferecem atividades aquáticas como snorkeling, para-sailing ou insufláveis para alugar.

Um dos mais famosos é o Charlie’s bem perto dos terminais de cruzeiro de Cozumel. Foi a nossa primeira paragem, só para constatar que estava completamente cheio. Além disso, o Charlie’s tem tanto de famoso como espreguiçadeiras espalhadas pela praia, o que deixava muito pouco espaço para usufruirmos do areal em condições.

Resolvemos sair e poucos quilómetros mais à frente, perto do complexo Iberostar Cozumel, encontramos o Palancar Beach Club, em plena Praia Palancar, uma praia bem mais agradável e com muito espaço para as nossas mesas e espreguiçadeiras. Este Beach Club exigia apenas um consumo obrigatório pelo que ficamos por cá durante a manhã e boa parte da tarde, entre tacos, nachos, cerveja fresquinha, e uns simpáticos guaxinins à caça de uns biscoitos. Foi, de facto, mais um belo dia de praia.

Ocean Cay, Bahamas

Ocean Cay

O que dizer de Ocean Cay 🥰 ? Parece (e é) um pequeno paraíso na Terra, com praias de areia branca, águas cristalinas e quentes, jardins com palmeiras, muita vegetação, e toda uma panóplia de serviços para nos oferecer o melhor dia de praia do nosso cruzeiro.

E assim foi, um de praia em cheio que começou bem cedo – o navio atracou às 8h30 e só zarpou às 21h00 – com passagens por várias praias distintas, inclusive a do Yacht Club, onde só fomos espreitar. O nosso camarote com varanda Fantastica e ainda não dá para usufruir destes luxos!

Ocean Cay tem 8 praias para escolher mas eu vou destacar aqui as melhores. Primeiro, a mais encantadora, na minha opinião, a Praia do Farol, que é o cartaz de visita da pequena ilha, situada entre o cais onde atracam os navios e o icónico farol vermelho e branco.

É uma praia extensa, de areia fina e branca, com as águas mais cristalinas de Ocean Cay. Além disso é nesta praia que termina o dia com música disponibilizada por um DJ e várias fogueiras acesas ao escurecer, que criam um ambiente muito giro e acolhedor.

Se tiver que escolher uma praia, escolha esta!

Praia do Farol, Ocean Cay

De resto, no centro da ilha tem a Lagoa Ocean Cay, que fornece duas imensas praias, South Beach de um lado e North Beach do outro. A primeira é muito concorrida pois é a segunda praia mais perto do cais, depois da Praia do Farol, e está igualmente perto das instalações onde é servido o buffet para almoço, que está incluído para todos os passageiros.

Estas duas praias têm as águas mais calmas, já que são praias interiores e providenciam alguns desportos aquáticos como caiaques, paddle, botes insufláveis e até pequenos barcos elétricos.

A maior praia da ilha é a Sunset Beach, onde se pode desfrutar do melhor pôr-do-sol de Ocean Cay. São cerca de 800 metros de praia mas a maior parte está coberta por pequenas pedras, o que dificulta a mobilidade.

De salientar, também, que é possível alugar cabanas privadas e guarda-sóis. Já as muitas espreguiçadeiras distribuídas pelas praias são de uso gratuito.

Algumas curiosidades de Ocean Cay:

  • 165 quilómetros quadrados de reserva marinha protegida;
  • 75 mil plantas e arbustos plantados;
  • 5 mil árvores e palmeiras plantadas;
  • 22 espécies nativas das Caraíbas;
  • 8 praias intocadas;

O regresso a Miami com pequeno City Tour

MSC Seashore

No último dia do nosso cruzeiro dissemos adeus ao MSC Seashore com um desembarque pacífico e relativamente rápido. Por norma, trazemos as nossas malas, o que nos permite mais flexibilidade ao sair, sem termos que andar à procura delas no terminal.

Após deixarmos o navio, seguimos para um último city tour por Miami, com passagens pelo Bayside Marketplace, um centro comercial com lojas e restaurantes na Marina de Miami, e pelo Dolphins Mall, o maior outlet da cidade, e onde foi possível fazer umas compras a preços muito convidativos.

Pelo meio ainda passamos por Little Havana, o verdadeiro centro cubano de Miami, onde existem muitas lojas, galerias de arte e restaurantes famosos. É um bairro vibrante com muitas atividades culturais e repleto de comércio de produtos cubanos, como por exemplo, lojas de cigarros, padarias, bares de rum, etc.

Praia Palancar, Cozumel, México

O que mais gostei deste Cruzeiro

  • Este Itinerário nas Caraíbas é perfeito para os amantes de (boa) praia;
  • Duas noites em Miami Beach pré-cruzeiro foi mais um ponto alto;
  • O MSC Seashore é enorme e estava cheio, mas isso não se refletiu, na generalidade, em grandes aglomerados de pessoas;
  • A correta distribuição dos espaços ao ar-livre permite a distribuição das pessoas por vários pontos do navio;
  • Ocean Cay é um paraíso e uma cereja em cima deste bolo que é um Cruzeiro nas Caraíbas;
  • O serviço e a gastronomia no Restaurante principal 5th Avenue foi digno de nota muito positiva;

O que menos gostei

  • O check-in extremamente demorado em PortMiami;
  • As horas de ponta para almoço no buffet, mesmo sendo muito generoso em termos de espaço;
  • A lentidão no desembarque nos portos de escala;
  • O serviço nos bares continua a precisar de “vitaminas” denotando falta eficiência e rapidez;

Preços de referência

  • Pacote de Bebidas EASY (bebidas até $7): $38 por adulto/dia
  • Pacote de Bebidas EASY PLUS (bebidas até $9): $49por adulto/dia
  • Pacote de Bebidas PREMIUM EXTRA (bebidas até $15): $69 por adulto/dia
  • Pacote de Bebidas Sem Álcool: $25 por adulto/dia
  • Pacote de Bebidas para Crianças: $17 por criança/dia
  • Café Expresso: $4,00
  • Água Mineral: $2,75
  • Sumos de Fruta Engarrafado (24 cl.): $4,25
  • Cola-Cola (35 cl.): $3,25
  • Cerveja de pressão Heineken: $6,00 (40cl.)
  • Cocktails (Martini, Daiquiri, Margarita, Mojito, Piña Colada): $7,00

Itinerários do MSC Seashore

MSC Seashore em Ocean Cay

O MSC Seashore continuará em Miami, Estados Unidos, até ao final do Verão, alternando itinerários entre as Caraíbas Ocidentais (Ocho Rios, George Town, Cozumel e Ocean Cay) e as Caraíbas Orientais (San Juan, Charlotte Amalie, Puerto Plata e Ocean Cay).

No próximo ano estes itinerários serão efetuados pelo MSC Seascape, que é inaugurado no final do ano em Nova Iorque.

Próximos Cruzeiros de Grupo

Se pretender receber mais informação sobre os próximos Cruzeiros de grupo, por favor, preencha o seguinte formulário. Saberá em primeira mão qual o programa completo, datas e destinos previstos.

Consulte os nossos Cruzeiros de Grupo para 2023!