Carnival

Carnival vai vender 13 navios das suas companhias para enfrentar a pandemia de Covid-19

Carnival Legend

Arnold Donald, CEO da Carnival Corporation – a maior empresa de cruzeiros do mundo – revelou que as nove marcas removeriam 13 navios das suas frotas nos próximos meses, à medida que cortam custos e se reorganizam em antecipação para uma lenta retoma das operações.

Para reduzir os atuais prejuízos causados pela pandemia e ter uma frota mais eficiente para o reinício dos cruzeiros, estamos a abandonar agressivamente os navios menos eficientes“, disse Arnold Donald, durante uma video-conferência com analistas de Wall Street.

A empresa acrescentou que estes navios já estavam previstos deixar a frota nos próximos anos. A Carnival tem sede em Miami e opera outras marcas globalmente como são o caso da Princess, Holland America, Cunard, Costa Cruzeiros, AIDA, Seabourn, P&O Cruises, entre outras. Juntas totalizam 45% do mercado de cruzeiros a nível mundial.

A Carnival admitiu a saída de um navio em Junho de 2020, o Costa Victoria, e tem acordos para a alienação de cinco navios e acordos preliminares para mais três navios, que devem deixar a frota nos próximos 90 dias. O Oceana, da P&O Cruises, também foi vendido no início desta semana e sai da frota em Julho.

A Carnival disse que estes acordos são adicionais à venda de quatro navios, anunciados antes do ano fiscal de 2020. Presume-se que esses navios sejam o Pacific Aria e o Pacific Dawn, da P&O Cruises Australia, que serão transferidos para a Cruise & Maritime Voyages, bem como os já vendidos Costa Atlantica e o Costa Mediterranea.

Um dos navios que se especula ter sido vendido para desmantelar é Carnival Fantasy, um navio da frota da Carnival lançado em 1990.

Leia também  Carnival apresenta o inovador Grand Central Atrium do novo Mardi Gras (veja as fotos)

No início da semana, a marca Carnival Cruise Line anunciou que a estreia do tão esperado Mardi Gras, um gigante de 180 mil toneladas, será adiada até ao início do próximo ano. Também já oficialmente atrasado está um novo navio para a Princess Cruises, o Enchanted Princess.

Os novos navios serão muito mais eficientes“, disse Donald. “Regularíamos a sua capacidade descartando navios menos eficientes, em vez de tentar evitar a entrada de novos navios“.

No total, os 13 navios que devem deixar a frota representam uma redução de quase 9% da sua capacidade atual.

Add Comment

Click here to post a comment

Leave a Reply

Nuno Ribeiro

Olá, o meu nome é Nuno Ribeiro e sou fundador do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde pode encontrar notícias, opiniões, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

Sempre que subo a bordo de um navio descrevo toda a experiência aqui para que possa ajudar quem pretende fazer um cruzeiro. Boas leituras!