fbpx
Notícias Royal Caribbean

Allure of the Seas afectado por problemas de propulsão

O Allure of the Seas, o maior navio de cruzeiros do mundo, foi recentemente afectado por problemas de propulsão, não existindo qualquer detalhe sobre o que está a causar os problemas por parte da Royal Caribbean.

Estes problemas não têm afectado a segurança do navio e dos passageiros, no entanto fazendo com que o navio navegue abaixo da sua velocidade máxima de cruzeiro, de 22,6 nós, tem feito com que a companhia sentisse necessidade de encurtar as escalas em vários portos, para que não haja falhas posteriores nos itinerários.

Segundo declarações de Cynthia Martinez, directora de comunicações corporativas da companhia, o navio tem uma pequena restrição na sua velocidade máxima, porém todo o equipamento está em pleno funcionamento e não existe qualquer impacto sobre a capacidade de navegação do navio ou a segurança dos passageiros e tripulantes.

Na semana passada, durante o momento em que os problemas se começaram a notar, o navio manteve o itinerário previsto, no entanto encurtou algumas escalas, o que significou nomeadamente uma hora a menos na sua escala em Nassau e três horas menos em St. Thomas. O navio partiu no passado domingo de Ft. Lauderlade para um cruzeiro de 7 noites de duração para o Caribe Ocidental.

Prevê-se que a Royal Caribbean anuncie a ida do navio para doca seca brevemente, apesar do seu irmão, Oasis of the Seas, estar programado entrar em doca seca já em 2014, contudo estes pequenos problemas podem requerer mais atenção do que o esperado.

Leia também  A multimilionária reforma do Allure of the Seas

O Allure of the Seas, é actualmente o maior navio de cruzeiros do mundo, com uma arqueação bruta de mais de 225 mil toneladas, com 16 decks no total, capacidade para 5400 passageiros e 1800 elementos de tripulação.

Share this

Novo Cruzeiro de Grupo: Ilhas Gregas a bordo do Celebrity Infinity!