3 Dias a Bordo do Maior Navio de Cruzeiros do Mundo (e 2 pequenos segredos)

3 Dias a Bordo do Maior Navio de Cruzeiros do Mundo (e 2 pequenos segredos)

3 Dias a Bordo do Maior Navio de Cruzeiros do Mundo (e 2 pequenos segredos)

8.36K
0

Já está no Mediterrâneo aquele que é o novo maior navio de cruzeiros do mundo.

O Symphony of the Seas iniciou esta semana os itinerários regulares à saída de Barcelona, de 7 noites, que se estendem até Outubro. Uma oportunidade para os portugueses experimentarem este navio revolucionário.

O Symphony of the Seas tem uma arqueação bruta de 228.000 toneladas, 362 metros de comprimento, 66 metros de largura e capacidade para 5518 passageiros (em ocupação dupla) que podem chegar aos 6680, a sua capacidade total. À parte dos passageiros, mas sempre para os servir da melhor forma, estarão 2200 membros da tripulação, sem contar com os dois robôs que servem bebidas no Bionic Bar 🙂

Tivemos a oportunidade de fazer um curto itinerário pré-inaugural, com embarque em Málaga e destino até Barcelona, juntamente com jornalistas e convidados da Royal Caribbean de todo o mundo, entre os quais 18 portugueses.

Consulte aqui para ver os itinerários do Symphony of the Seas no Mediterrâneo

Symphony of the Seas, em Málaga.

A primeira sensação ao ver o navio é a sua grandiosidade que não se perde quando embarcamos. Espaço é o que não falta ao entrar directamente para a Royal Promenade, uma espécie de avenida no centro do navio com lojas, cafés e muita animação. É aqui que se encontra o balcão das excursões, o Next Cruise, para marcar o seu próximo cruzeiro e o centro de fotografia, onde pode ver e levantar as suas fotos a bordo.

O Bionic Bar é outra das grandes inovações da Royal Caribbean, lançada nos navios da classe Quantum e também presente no Harmony of the Seas e no Symphony of the Seas. Apesar de não ter apreciado propriamente as bebidas, é uma experiência engraçada pedir e ver os robôs a preparam os cocktails. Através de um tablet escolhemos a bebida que queremos e damos ordem ao robô para a preparar. Não escapa nada aos robots, as diferentes misturas, o gelo, e até o abanar da mistura final. Para resgatarmos a bebida basta apresentar o nosso cartão ao robô e ele entrega-nos a bebida.

Pool Deck, Symphony of the Seas

Antes do navio zarpar em direção a Barcelona ocorreu o Muster Drill, simulacro de emergência, que todos os passageiros são obrigados a fazer. Todas as companhias, e esta não é exceção, levam o simulacro muito a sério. A tripulação coloca-se a postos em todo o navio para ajudar os passageiros a deslocarem-se para a sua estação. Esta está definida no seu cartão e também no camarote. No nosso caso, D4 era no Studio B, para onde nos deslocamos. À chegada temos que apresentar o nosso cartão, que é verificado por um elemento da segurança que regista a nossa presença no drill. Lembro mais uma vez, é obrigatório e todos têm que o fazer.

Os Sete Bairros do Symphony of the Seas

O navio está dividido por 7 grandes bairros. A Royal Promenade é um deles, mas existem outros, como a Boardwalk, um dos meus favoritos. Aqui a principal atração é um carrossel clássico que fará as delícias dos mais pequenos.

Royal Promenade, Symphony of the Seas

Ainda na Boardwalk estão duas estreias na Royal Caribbean, o Sugar Beach, uma loja de doces e gelados com mais de 100 tipos de guloseimas, e o Playmakers Sports Bar & Arcade, o sítio perfeito para ver o seu desporto favorito nos seus 31 ecrans, de manhã à noite. O famoso Johnny Rockets também está na Boardwalk e é onde se come os melhores hambúrgueres, batatas fritas e batidos do Symphony of the Seas. No final da Boardwalk encontra-se o AquaTheater uma anfiteatro onde se pode assistir a espetáculos aquáticos com nadadores e malabaristas.

Boardwalk, Symphony of the Seas

Outro bairro muito conhecido é o Central Park, local completamente ar livre e casa de milhares de plantas naturais. Menos natural é o chilrear dos pássaros mas que, mesmo assim, confere um ambiente de natureza ao bairro. Um dos melhores restaurantes a bordo fica no Central Park, o Jamie’s Italian, do chef britânico Jamie Oliver, com comida tipicamente italiana, sempre com os ingredientes mais frescos. Este é um dos restaurante da especialidade que não está incluído na tarifa de cruzeiro e deverá custar $30 por pessoa.

Jamie’s Italian, Symphony of the Seas

Centros de acção a bordo do navio da Royal Caribbean não faltam. Alguns decks mais acima, no enorme deck das piscinas estão várias das boas atrações do navio. Simulador de Surf (Flowrider), Mini-Golfe, o escorrega Ultimate Abyss, a Zip-line, campo de basquetebol, três piscinas para adultos, vários jacuzzi e o SplashAway Bay, o parque aquáticos para os miúdos. Para quem gosta de adrenalina aconselho mesmo o Ultimate Abyss. Dez segundos à velocidade máxima até à Boardwalk.

Ultimate Abyss, Symphony of the Seas

Ainda no deck 15, na proa do navio, encontra-se o fabuloso Solarium, um espaço para adultos onde o descanso e o relaxamento é que ditam as regras. Aqui pode descomprimir nas muitas espreguiçadeiras e banhar-se nos jacuzzi, com uma novidade neste navio, uma pequena piscina está também disponível no Solarium, com magníficas vistas. Ainda no Solarium, pode petiscar algo no Solarium Bistro, sempre com pratos saudáveis. Pode também tomar o pequeno-almoço aqui, entre as 7 e as 10h30 da manhã.

Camarotes para todos os gostos

Camarote com Varanda, Symphony of the Seas

O nosso camarote com varanda nº 7196, no deck 7, tinha o espaço suficiente para 2 pessoas, com televisão embutida na parede e um sofá lateral. O que nos surpreendeu foi a quantidade de arrumação que estava disponível. Dois armários e um camiseiro, com várias gavetas de diversos tamanhos, permitiam uma excelente arrumação. As ligações para os nossos aparelhos também estavam disponíveis com 2 entradas USB, três tomadas americanas e uma europeia. O telefone tinha, igualmente, uma entrada USB, ao lado da cama.

Mas os camarotes mais caros estavam nos decks superiores, os quais pudemos visitar, nomeadamente a fantástica Ultimate Family Suite e uma das Royal Loft Suites, ambas para famílias e com vários quartos, jacuzzi nas varandas e jogos para mais novos. Consta-se que a Ultimate Family Suite já estava esgotada para o resto do ano, incluindo para a semana do Natal, vendida por $85.000 para uma família de 6 elementos.

Os espetáculos

Quem já navegou na Royal Caribbean conhece a qualidade dos espetáculos a bordo dos seus navios, principalmente nos da classe Oasis, como é o caso do Symphony of the Seas. Estes navios, além dos espetáculos no Royal Theater, ainda pode assistir a magníficas exibições sobre o gelo, no Studio B, e performances aquáticas no Aqua Theater.

Aqua Theater, Symphony of the Seas

O fim da noite acaba, muitas vezes, na discoteca The Attic, com DJs e música pela noite dentro. Em determinados dias e horários acontece aqui uma festa muito especial, é chamada a HUSH! Silent Party, onde a música apenas passa nos auscultadores fornecidos à entrada. Quem não tiver, não ouve nada. Os auscultadores são limitados e existem duas cores, azuis e verdes, e em cada um passa um tipo de música diferente. Colocamos o acessório nos ouvidos e entramos na Silent Party 🙂

2 Segredos… para contemplar o Mar

Vista da Proa, Symphony of the Seas

Até no maior navio de cruzeiros do mundo é possível estar próximo do mar e contemplar esses momentos únicos. O Symphony of the Seas tem muitos espaços para ver o mar, quase todos nos decks superiores, na zona das piscinas, mas também na popa do navio, onde está o Ultimate Abyss. Tem vistas fantásticas e até estão disponíveis cadeiras de observação.

Mas estes locais todos os passageiros conhecem e, muitas vezes, não será fácil encontrar aquele momento onde nos sentimos mais em ligação com o mar, onde podemos ouvir o som das ondas.

No entanto, há outros sítios onde podemos estar só nós com o mar, num silêncio de contemplação. Não é propriamente um segredo, mas é um truque que muitos não saberão, dois locais óptimos para ver e sentir o oceano.

O primeiro é no deck 5. Vá até à Boardwalk em direção ao Aquatheater, o enorme anfiteatro na popa do navio. Ao chegar circule pelas laterais até chegar a umas escadas, desça para o deck inferior. Deverá agora estar na pista de atletismo, que circula todo o navio. Dirija-se para a parte de trás do navio…. et voilá. Está no sítio certo para ver o mar e as ondas deixadas para trás pelos potentes motores do Symphony of the Seas. Quem adora o mar vai amar este local. Divirta-se.

Outro local para contemplar o mar e as vistas é no Solarium, um espaço só para adultos no deck 15, na proa do navio (parte da frente). Suba até ao Solarium, vai encontrar nas laterais, umas portas para o exterior, saia e estará ao ar livre com vistas magníficas para o mar. Este local fica exactamente por cima da ponte de comando, pelo que as vistas são de cortar a respiração. De realçar também que o chão é de vidro, portanto, já sabe, poderá ver o mar por baixo dos seus pés 🙂

Solarium com magníficas vistas, Symphony of the Seas (repare na porta para o exterior)

Itinerários

Symphony of the Seas fará partidas de Barcelona durante o Verão, visitando Palma de Maiorca, Espanha; Provence, França; e Florença / PisaRoma e Nápoles, Itália. A partir de 10 de novembro, rumará a Miami, Florida, de onde fará partidas de 7 noites intercaladas entre as Caraíbas Ocidentais e Orientais, incluindo escala em Perfect Day at CocoCay, o recém-revelado destino da Royal Caribbean nas Bahamas.

Consulte aqui para ver os itinerários do Symphony of the Seas no Mediterrâneo

Reportagem Fotográfica completa no Facebook

(8358)

Booking.com
Nuno Ribeiro Nuno Ribeiro é fundador e editor do Blog dos Cruzeiros, um blog sobre o mundo dos grandes cruzeiros, onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.